segunda-feira, setembro 28, 2009

Novo Folheto do "Procurando"- "O que podemos esperar de Deus?"

O Senhor nos abençoou grandemente com a distribuição do folheto "Procurando os perdidos!!"
Tivemos a oportunidade de ouvir testemunhos de conversão, de retorno de irmãos que estavam longe de suas Igrejas, edificação para outros tantos. Em muitos corações a semente foi e continuará sendo lançada e rogamos ao Senhor da Seara que continue dando o crescimento para que elas possam crescer e se tornar em "árvores" que dêem muitos frutos.
Diante das muitas indagações que ouvimos das pessoas às quais falamos do amor de Deus através do folheto, sentimos no coração a necessidade de escrever um novo folheto cujo texto transcrevemos abaixo. Ele será confeccionado com os dados da IBRAV-Igreja Batista Renovada Água da Vida, mas também confeccionaremos uma boa quantidade sem os endereços da mesma, assim os irmãos que desejarem nos ajudar na sua distribuição poderão solicitá-los através do e-mail: contato@procurandoosperdidos.com.
Busquemos ao Senhor para que os resultados alcançados na distribuição do folheto "Procurando os perdidos!!" também sejam obtidos com "O que podemos esperar de Deus?"


O que podemos esperar de Deus?

“Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então, me perguntou: Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes.” ( Ezequiel 37.1-3)

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)

Existem momentos em nossa vida que nos encontramos tão caídos que apesar do consolo dos amigos parece que não há saída para nós.
Momentos em que as nossas forças físicas e psicológicas estão se esgotando cada vez mais e entramos em um abatimento tão grande que acabamos nos perguntando: Que mal eu fiz a Deus para estar passando por essa situação tão terrível?
Parece que existe uma conspiração mundial contra nós. Parece que o mundo só está esperando a nossa derrota para festejar sua vitória sobre nós. Esperando que nos entreguemos ao desespero e acabemos prostrados e sem forças para mais nada.
Somos como aquele vale de ossos secos mencionados em Ezequiel 37.1-10 nos quais não havia vida.
Não temos esperanças no porvir. A vida não tem mais sentido.
Alguns chegam mesmo a pedir a própria morte e outros mais fracos e desesperados, dando a oportunidade que o inimigo de nossas almas (diabo) deseja, acabam tirando a própria vida.
Às vezes nos sentimos tão abandonados, tão isolados de tudo e de todos que apesar de estarmos rodeados por milhares de pessoas é como se estivéssemos sozinhos em meio a um deserto,

Quantas vezes nos sentimos abandonados e sozinhos dentro de nossas próprias casas, onde nossos pais não nos dão a menor atenção, onde as esposas nem reparam a maneira de vestir de seus maridos, onde os maridos não têm uma palavra de carinho para as esposas? São como se fossem estranhos um ao outro apesar de viverem sob o mesmo teto.
Chegamos a um nível de desespero que começamos a colocar a nossa fé em dúvida. Será que Deus realmente existe? Se existe por que não olha para mim? Será que Ele está tão distante assim que não pode me ouvir?Nos sentimos os maiores sofredores do mundo. Ficamos deprimidos e reclamamos de tudo e de todos.

Se você está se identificando com tudo o que foi dito até aqui, o Senhor Jesus quer fazer a você a mesma pergunta que fez a Ezequiel: Filho do homem, acaso poderão reviver estes ossos?No lugar de Filho do homem coloque o seu nome: Antonio, José, Maria, João...
Hoje, o Senhor está lhe chamando a olhar para dentro de si mesmo e verificar se você está sentindo-se como se fosse um vale de ossos secos para transformá-lo, para gerar vida em você.
Pode ser que você que está lendo essa reflexão não se sinta como um vale de ossos secos, mas talvez aquela chama que ardia dentro do seu peito esteja apagada neste momento.
Talvez aquele sentimento de amor de anos atrás esteja amortecido em algum canto do seu coração.
Quem sabe aquele brilho de alegria que havia nos seus olhos não seja mais o mesmo, talvez esteja opaco e distante.
Pode ser que as suas noites já não sejam tão apaixonantes como antes, mas deu lugar a um vazio na alma ou um sentimento de perda invadiu o seu ser e você não sabe o que fazer para estancar esse processo de morte que se iniciou na sua vida.

Tenha você a idade que tiver, o Senhor Jesus quer dizer a você:"Eu estou aqui para fazer com que este vale de ossos secos que há dentro de você se transforme num exército de vida! Eu vou fazer de você um maravilhoso jardim florido onde a minha graça e o meu perfume possam ser notados por todos à sua volta, não importando a distância que as pessoas estejam de você.”
E para que isso possa se realizar em sua vida o Senhor te dará:
1º- O Senhor te dará vida!
Em João 10.10 o Espírito Santo nos ensina que “o inimigo (diabo) vem somente para matar, roubar e destruir, mas que o Senhor Jesus veio a esse mundo e se entregou na cruz para que nós tenhamos vida e vida em abundância.”O Senhor Jesus está dizendo que se você crer nEle e entregar-se totalmente a Ele, Ele fará com que a alegria volte a brilhar em sua vida.
Está dizendo que o seu desejo será de pular, cantar e contar a todos sobre tudo o que Ele fez na sua vida.
Você se sentirá livre de novo, “porque se o salário do pecado é a morte o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6.23).2º O Senhor te dará força!
Salmo 46.1 nos diz que “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.”
Salmo 28.7- “O Senhor é a minha força e o meu escudo, nele o meu coração confia, nele fui socorrido; por isso, o meu coração exulta e com o meu cântico o louvarei.”
Se você reconhecer que o Senhor Jesus é a sua força e se colocar diante dEle com humildade, Ele te dará tranqüilidade e nada, nem ninguém, poderá intervir. Você vai continuar tendo lutas como todas as pessoas que estão nesse mundo estão sujeitas, mas o Senhor pelejará por ti e você vencerá. Você não estará mais sozinho no campo de batalha.
3º- O Senhor te dará paz eterna!Apocalipse 21.6-7- “Tudo está feito. Eu sou o alfa e o ômega, o princípio e o fim Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida. O vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus e ele me será filho.”No mundo estamos sujeitos a todo tipo de dificuldade e de luta, mas quando nos encontrarmos com o Senhor Jesus e com Ele formos morar nos céus estaremos livres de todas essas intempéries que a vida nos apresenta, principalmente aquelas que procuram nos fazer cair em pecado e nos distanciarmos do Senhor.
O mundo nos oferece uma paz passageira, mas Deus, ao contrário do mundo nos oferece uma paz duradoura, uma paz eterna, onde não haverá lugar para tristezas, lutas, angústias, perseguições ou mesmo temor pela nossa própria vida, pois lá estaremos seguros e longe de todas essas coisas.
Quando tudo parecer perdido, creia, confie e entregue-se totalmente ao Senhor Jesus. Ele é fiel. Confie nEle. Espere tudo dEle. Ele pode dar tudo a você.
Se você que está lendo essa reflexão ainda não entregou a sua vida nas mãos de Jesus eu quero lhe fazer um convite.
Entregue o seu coração a Jesus e deixe que ele cuide de você e dirija seus passos. Confie nEle. Ele é Fiel para cumprir Sua Palavra. Nele podemos confiar sempre, pois Ele se entregou espontaneamente, por amor, para morrer naquela cruz pelos nossos pecados, para que você e eu tivéssemos, ao reconhecer esse ato de tão grande amor, a oportunidade de ver os nossos pecados perdoados e o direito de vivermos em intimidade eterna em Sua companhia.
Faça essa oração comigo e creia que Ele cuidará de você e dos seus.Senhor Jesus, eu creio de todo o meu coração, que és o Filho de Deus, que veio a esse mundo e que foi morto na Cruz do Calvário para resgatar os meus pecados. Eu reconheço que sou pecador e peço perdão a Ti pelos meus pecados. Senhor Jesus eu O reconheço como meu Salvador pessoal e quero morar nos céus com o Senhor. Toma conta de mim, dirige os meus passos e me batiza com Teu Espírito Santo para que eu possa testemunhar desse Teu infinito amor por mim. Eu Te agradeço por me receber e me dar o direito de ser chamado filho de Deus e morar com o Senhor por toda a eternidade. Amém
Se necessitar de ajuda espiritual ou alguma informação complementar, por favor comunique-se conosco ou visite nossos blogs/site e deixe seu recado:
http://procurandoosperdidos.blogspot.com/
http://ibraguadavida.blogspot.com/
www.procurandoosperdidos.com

Igreja Batista Renovada Água da VidaRua Humberto Bortolo, nº 210- Bortolândia- São Paulo – SP.
Fone (11) 2953-7856- Pr Omar Bianchi
Segundas- Culto de Oração às 20h00
Quintas- Estudo Bíblico e Oração às 20h00
Sábados- Reunião Jovens às 19h00
Domingos:
Escola Bíblica Dominical com classes para várias faixas etárias: das 9h30 às 11h00
Culto à noite: 19h00

sábado, setembro 19, 2009

A Base para o crescimento cristão



“Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo. Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis, porque ainda sois carnais. Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem? Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais segundo os homens? Quem é Apolo? E quem é Paulo? Servos por meio de quem crestes, e isto conforme o Senhor concedeu a cada um. Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus. De modo que nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento...
Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso: seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus.” (I Co 3)


”Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. Assim que, nós, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, se antes conhecemos Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo. E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.” (II Co 5.14-17)

INTRODUÇÃO :

Crescer pode ser considerado como uma “ lei de vida “ , crescer em Cristo por sua vez deve ser alvo da vida de todos os cristãos. Fazendo uma analogia com o crescimento humano, todos nascemos criancinhas, temos os órgãos necessários para vivermos, membros nos seus devidos lugares, etc..., mas no decorrer da existência estes deverão desenvolver-se para acompanhamento do corpo todo!
A base do crescimento cristão é o Próprio Cristo, o agente é O espírito Santo em nós.
No texto sugerido, o apóstolo Paulo faz comparação singular dizendo que nós somos como lavoura ou edifício de DEUS, metáfora que nos traz às mãos os elementos e a arte final; o edifício surge à proporção que colocamos os frutos da lavoura nas mãos do Senhor ao lado de quem devemos trabalhar como cooperadores.
Vejamos :
1-HOMEM NATURAL = I Cor. 2:14 , é rebelde, ignorante e perdido;
2-HOMEM ESPIRITUAL = I Cor. 2:15 , regenerado e com uma visão nova da vida ; e
3-CRENTE CARNAL = é ainda uma criança em Cristo, pode ter ocorrido uma experiência com O Senhor, mas esta não seguiu em desenvolvimento (não cresceu ) I Cor. 3:1.

Logo, os frutos da ausência de crescimento são visíveis, ( I Cor. 3:3 e 4 ) inveja, contendas, tem como modelos de vida os homens e não O Senhor , tomam partidarismo contencioso, etc..., frutos da carne ( Gal. 5 ).
Quando buscamos o crescimento, nossa visão passa a :
Reconhecermos que somos “meros“ instrumentos do Senhor (p/ Sua obra);
“ELE” é soberano em todas as situações ( pareçam-nos boas ou ruins ); e
Permitimos que o amor do Senhor Jesus faça parte de nossa vida espiritual, nosso dia-a-dia com Ele na direção do Santo Espírito.

O apostolo Paulo que lançou as bases para a igreja em Corinto, vê agora crentes envolvidos em uma esfera de carnalidade assustadora, divisões existiam no seio da igreja, meninos em Cristo davam suas caras na igreja ! “Imaturidade“, falta de crescimento espiritual, não existiam marcas de genuína conversão naqueles crentes.

“ COMO ESTAMOS NOS COMPORTANDO DIANTE DESTAS VERDADES NOS DIAS DE HOJE? ESTAMOS ACEITANDO A RETA CORREÇÃO DO SENHOR OU NOS DEBATEMOS EM NOSSAS VERDADES FALSAS ?
( Não basta nos apossarmos do perdão do Senhor, necessitamos mais das marcas D’ Ele em nossas vidas ....).


Observações interessantes
O homem natural ( psukikós ) vive pelos interesses materiais, do mundo e preso está a estes. Podemos dizer que está no primeiro degrau da vida, o andar do “ mundo e suas concupiscências “, não há janelas neste andar e ele está fadado a não desejar o mundo eterno com O Senhor , sente ódio às coisas do Reino ( Sl. 2 ; 14 e 51 ) e tudo que lhes diz respeito; já o homem espiritual ( pneu-mátikós ) está em sintonia com O Espírito Santo e sua visão de vida é totalmente voltada às coisas do Reino, também possui o “discernimento espiritual “ – o que é bom , o que é mal , aos olhos do Senhor, fatores que mesmo o homem natural intelectual não consegue enxergar, pois as coisas espirituais se discernem pelo Espírito !
Alguém mais observador vai notar que Paulo fala a “ irmãos “ ( 3:1 ) ( adelphoi ) , porém estes não atingiram a estatura espiritual necessária, suas preocupações esbarram sempre nas coisas terrenas.
“ QUAL É A VISÃO DA MASSA CHAMADA IGREJA NESTES DIAS ? A VISÃO ESTÁ EM CRISTO E SEU REINO, SUA JUSTIÇA, OU ESTÁ BUSCANDO MAIS AS COISAS ( QUE OUSADAMENTE CHAMAM DE BENÇÃOS ) MATERIAIS “?

A marca registrada do crente espiritual está nos textos de Sl. 1:2 ; e Col. 3:2 !
Em nossos dias: internet; jogos em geral; T.V.; boemias; lazer desenfreado; sede de soberba e ganância material são elementos que têm desviado o olhar dos cristãos para as coisas do Senhor.
Eu particularmente não sou muito adepto de denominarmos como “ crente carnal “ , talvez seja o mesmo que alcunharmos o que se afastou de Cristo como “ crente desviado “ , se é desviado não é crente mais, é , ou nunca foi ..... ????
Na visão de vários autores ( que respeitamos também ) , o chamado crente carnal teve uma pequena experiência com O Senhor, porém não cresceu, não desenvolveu sua fé, por isso propusemos esta série de estudos sobre crescimento cristão, a intenção é que venha a fazer de nós homens e mulheres mais comprometidos com o Reino e com enorme desejo de buscar vida de santificação. Se não abolirmos a carne, ela nos devora totalmente, visto que o velho homem salta dentro de nós para buscar satisfação de suas necessidades ( sarkikói – domínio da carne ), onde estes são diluídos cada vez mais. As emoções são perigoso campo de ação na vida do carnal, pode levá-los à beira de fanatismos absurdos, estes geram partidarismos e estes conseqüentemente divisões desastrosas para ambos os lados. Um exemplo que li numa lição de EBD, o comentarista da mesma afirmava que satanás quando quer destruir uma obra, nunca agem na maioria, mas usa de uma pessoa ou de pequenos grupos carnais, narra a seguinte passagem: - num domingo, uma senhora da igreja pediu ao pastor para tratar do casamento de sua filha, porém o pastor tinha um encontro marcado com cinco irmãos para assuntos diversos, a reunião demorou 90 minutos; à saída, soube de um funeral onde sua presença era necessária, às 15 horas, ainda sem almoçar o obreiro retorna ao templo, o culto já havia iniciado, uma reunião abençoada e prolongada pois era data especial. À saída do templo, com voz ríspida e irada a mulher disse ao pastor – o pastor não tem tempo para mim .... vou embora desta igreja ... o pastor foi a caminho do casal, encontrou-os, tratou do assunto do casamento de ambos e tudo foi resolvido, o inimigo queria tumulto e discórdia, mas O Senhor mudou a situação usando a vida do pastor .... o inimigo perdeu, porém nem sempre é assim, quantas vezes o tumulto persiste de ambas as partes, a pessoa vai embora da igreja e arrasta outras tantas com ela .... a carne prevalece !
É um exemplo real, que muitas vezes ocorre onde nunca deveria ocorrer – dentro da igreja,porém, a igreja está infestada de pessoas carnais ( às vezes parecem até com ar de santidade, falando em línguas, etc .... mas não passam de carnais, suas atitudes denunciam esta condição ).
SERVO ..... SERVO ..... SERVO ..... , quer um titulo abençoado em sua vida, busque este que Nosso Senhor Jesus usou tantas vezes – SERVO !!!
Instrumentos do Senhor, para louvor De Seu Nome, lembram-se da pregação de um domingo destes ... “ houve um homem chamado João ..... “ , apenas um instrumento para glorificar e exaltar O Mestre Jesus. Onde estão estes “ Joões “ hoje em dia ?
O apóstolo Paulo adverte severamente contra a divisão do corpo por partidarismo ou carnalidade, ao contrário, tenta levantar os olhos daqueles crentes carnais para fonte cristalina do poder do Senhor, fonte de toda boa dádiva ( Tg. 2:17 ), depois de compreender este poder, aceitamos com gratidão servirmos como cooperadores da lavoura, do edifício de DEUS !

1-A igreja se origina e cresce pelo poder do Senhor ( Mat. 16:18) ;
2-Os que trabalham na edificação são pedras vivas – pessoas ( I Pe. 2:5 ) ;
3-Estes se tornam meros instrumentos do Senhor, dono da lavoura, ou seja: eu plantei, Apolo regou, mas DEUS deu o crescimento, disse Paulo ...
4-Nosso louvor na igreja é para O Senhor;
5-Nosso olhar deve primeiro estar fixado N’ Ele – Autor da fé;
Se cooperadores, trabalhamos lado a lado com O Senhor, unidos no corpo que é a igreja, pela qual é manifestada a multiforme graça D’Ele.

Concluindo

Paulo nos mostra um patamar alto e majestoso na escada do crescimento; com visão da obra de Cristo em nossas vidas, Ele que é o alvo para o qual devemos prosseguir, firmes e certos de nosso galardão celestial!
DAVID LIVINGSTONE – missionário e explorador disse certa vez à respeito de suas desafiadoras viagens missionárias : - ao contar os perigos da minha caminhada, não tenho em mente exaltar meu “ sacrifício “ ; na realidade, penso que esta palavra nem devia fazer parte do vocabulário missionário. À luz do que Cristo fez por mim e por nós, quando desceu do céu e derramou seu sangue por nossa salvação, não existe nada de grande ou sacrificial que podemos fazer por Ele e por Sua causa; deixemos, portanto, que a medida deste amor nos transforme no dia a dia em novas criaturas de DEUS!
Amém.
Pr Omar Bianchi

segunda-feira, setembro 14, 2009

IBRÁGUA DA VIDA- "A extensão de sua família"

video
Assista ao vídeo acima e conheça um pouco dos trabalhos desenvolvidos pela IBRÁgua da Vida.
Uma Igreja compromissada com a Verdade do Evangelho do Senhor Jesus Cristo. "IBRAV a extensão de sua família" .
Aos olhos humanos podemos ser considerados como muito pequenos em razão do tamanho físico que ocupamos, mas com toda certeza temos buscado fazer a vontade do Senhor e Ele tem nos acrescentado toda sorte de bênçãos, não somente espirituais, mas materiais também (apesar de não as buscarmos), pois com os recursos que entram na IBRÁgua da Vida , através dos dízimos e das ofertas tem podido ampliar as suas tendas, buscando alcançar os que se acham perdidos nesse mundo, ajudando as congregações que surgem até que elas possam caminhar por suas próprias pernas.
Temos recebido a bênção divina de poder colaborar com missões nacionais e transculturais e isso nos impulsiona a seguir adiante na visão que o Senhor tem dado aos lideres desse Ministério.
Se você que tem acompanhado esse blog tem sido abençoado e entende que a visão que passamos aqui está conforme a Palavra de Deus, tenha a certeza de que tudo que postamos é o reflexo do que é pregado em todos os trabalhos da IBRÁgua da Vida.
Que o Senhor continue nos ajudando a continuarmos firmes na Sua Palavra e na visão que nos concedeu em meio a tantos desmandos e falsidades que têm sido pregadas em igrejas que infelizmente levam rótulos e faixas de "Evangélicas".
Sempre juntos no Senhor Jesus

domingo, setembro 13, 2009

O crente crescendo através do estudo

1 Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga de judeus.
2 Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, arrazoou com eles acerca das Escrituras,
3 expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos; e este, dizia ele, é o Cristo, Jesus, que eu vos anuncio.
4 Alguns deles foram persuadidos e unidos a Paulo e Silas, bem como numerosa multidão de gregos piedosos e muitas distintas mulheres.
5 Os judeus, porém, movidos de inveja, trazendo consigo alguns homens maus dentre a malandragem, ajuntando a turba, alvoroçaram a cidade e, assaltando a casa de Jasom, procuravam trazê-los para o meio do povo.
6 Porém, não os encontrando, arrastaram Jasom e alguns irmãos perante as autoridades, clamando: Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui,
7 os quais Jasom hospedou. Todos estes procedem contra os decretos de César, afirmando ser Jesus outro rei.
8 Tanto a multidão como as autoridades ficaram agitadas ao ouvirem estas palavras;
9 contudo, soltaram Jasom e os mais, após terem recebido deles a fiança estipulada.
10 E logo, durante a noite, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Beréia; ali chegados, dirigiram-se à sinagoga dos judeus.
11 Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.
12 Com isso, muitos deles creram, mulheres gregas de alta posição e não poucos homens.
13 Mas, logo que os judeus de Tessalônica souberam que a palavra de Deus era anunciada por Paulo também em Beréia, foram lá excitar e perturbar o povo.
14 Então, os irmãos promoveram, sem detença, a partida de Paulo para os lados do mar. Porém Silas e Timóteo continuaram ali.
15 Os responsáveis por Paulo levaram-no até Atenas e regressaram trazendo ordem a Silas e Timóteo para que, o mais depressa possível, fossem ter com ele. (Atos 17.1-15)

BÍBLIA – ALIMENTO FUNDAMENTAL PARA O CRISTÃO
Às vezes lemos a Bíblia e entendemos que isso é suficiente para conhecermos a Deus, isto é bom, mas além de ler constantemente temos que “estudar a Bíblia”. É básico afirmarmos que todo cristão deve alimentar-se das Escrituras. No Antigo Testamento as orientações são ricas neste aspecto, incitando-nos a ensinar o menino no caminho em que deve andar (andando e relembrando), como disse o Salmista: “escondi no meu coração as Tuas Palavras para eu não pecar contra Ti”! (Salmos 119.11)
Os absurdos que assistimos no mundo espiritual nos dias de hoje são resultado da ausência de aplicação ao estudo bíblico. Posso afirmar que vivemos dias de escuridão total no mundo religioso, como já dantes vivemos na chamada “idade das trevas”, onde a Bíblia foi escondida do povo e este ficou debaixo dos ensinamentos funestos e abusivos dos papas e do clero romano em geral.
Atualmente a falta de ensino bíblico nas igrejas é tal, que muitas práticas romanistas estão dentro de igrejas que se julgam evangélicas; outras apresentam práticas semelhantes ao espiritismo, à macumba, ao pensamento positivo e por aí afora. A desculpa é que temos de alcançar todos os povos, de todas as formas, mas isto não tem sentido nem respaldo bíblico, pois nós apenas lançamos a semente e o Senhor é quem dá o crescimento; um planta, outro rega, mas DEUS é quem dá o crescimento, e isto devemos fazer sem inverdades ou apelos mentirosos, faixas apelativas que são afixadas nas fachadas de igrejas prometendo o que a Palavra não dá respaldo algum.
Não somente professores de EDB, de cursos curriculares de liderança ou a própria liderança da igreja devem buscar crescer nas Escrituras, mas é dever de toda a igreja de Jesus. É dever de cada um de nós que fomos alcançados pela mensagem do evangelho e entregamos nossa vida ao Senhorio do Senhor Jesus.
Veja algumas dicas que podem beneficiar um bom estudo.
a) Alvos certos;
b) Material adequado;
c) Apresentação cuidadosa dos temas e do contexto;
d) Oração e dedicação ao aprendizado (buscar unção do Espírito); e
e) Humildade, humildade, humildade (sentar e aprender a ouvir, pois sempre estamos aprendendo algo novo para nossas vidas).
Pessoas leigas e que têm dificuldade para ler, escrever ou apresentam algum grau de analfabetismo devem desenvolver “ouvidos espirituais” para que, em ouvindo a Palavra, esta encontre lugar de crescimento em seus corações.
a) Evangelistas em terreno difícil:
1) Preparados para a Obra, Atos 17.4- ensinavam o evangelho por inteiro, ou seja: “completo” (não usando textos isolados para seu próprio interesse). Jesus era apresentado por inteiro, não morto e sem poder, mas ressuscitado e vivo;
2) Agraciados com bons frutos; e
3) Provados na perseguição violenta, assim como Pilatos e Herodes que se fizeram amigos para a condenação de Jesus, neste caso chefes judeus, homens perversos e cães uniram-se contra os servos do Senhor, por estarem pregando a Palavra pura e sem mistura, na autoridade do Espírito Santo.
b) Bereanos- exemplo de apreço e carinho para com a Palavra.
1)
A visão missionária dos cristãos “provados e aprovados” em Tessalônica (verso 9);
2) A mente aberta para aprender, sem preconceito, dos bereanos;
3) Sua dedicação ao estudo da Palavra (verso 11);e
4) Os resultados finais.
c) Como perseverar na sã doutrina = II Timóteo 3.10-17
1)
Por um exemplo dado por um professor (Jesus por ex.);
2) Através das perseguições que amadurecem nossa fé;
3) Pela certeza de que a impiedade denigre e destrói; e
4) Pelo apego às escrituras Sagradas como nossa fonte de orientação e verdadeira instrução.

Num dos textos escolhidos, vemos que Paulo e Silas estavam preparados para o cumprimento de sua missão. Sabemos que Paulo como doutor da lei, fariseu, discípulo de Gamaliel (Gálatas 1.17) aprendeu meditando na Palavra. Era homem muito preparado para a obra. Silas por sua vez, é mencionado diversas vezes no Novo Testamento (algumas vezes chamado de Silvano) e recebe do Senhor uma missão especial para difundir o evangelho no campo missionário (Atos 15 e 16), Paulo o inclui como sendo um cidadão romano e com privilégios da lei romana. Juntos iniciaram vários trabalhos, sendo que o trabalho de Antioquia ficou por conta de Silas por bom tempo. Eram homens preparados e para tanto juntaram-se no terreno missionário e como resultado imediato de seu preparo, os irmãos colheram excelentes resultados.

“O CRISTÃO PREPARADO É SEMPRE PROVADO NA OBRA, DEPOIS DE PROVADO DEVE SER TAMBÉM APROVADO PARA CUMPRIMENTO DE SUA MISSÃO NA TERRA”

“OS DISCÍPULOS DE JESUS FORAM TESTADOS E PROVADOS ENQUANTO O SENHOR COM ELES ESTEVE NESSE MUNDO, MAS SOMENTE DEPOIS DE APROVADOS É QUE A OBRA DA IGREJA TEM INICIO (EM ATOS DOS APÓSTOLOS)”

“Bereanos – sempre exemplo para nós.”

Como professor, gosto muito dos alunos que têm desejo de aprender, não falo dos bajuladores, falo daqueles que têm vontade de crescer e nisto somos colocados ao lado destes para os auxiliar.
Pequena cidade grega, Beréia teve o privilégio de ser evangelizada pelo apóstolo Paulo e por Silas. Para eles, o conteúdo escrito merecia exame cuidadoso, suas mentes não eram estreitas e nem dominadas por opiniões alheias, foram nobres em receber a Palavra com alegria e a examinavam com muito zelo e cuidado.
Conta-nos certo pastor, que em meio a uma visita à cidade de Bom Jesus da Lapa (há alguns anos atrás- talvez 25 ou 30 anos), em meio à mensagem, as pessoas começaram a atirar pedras contra o grupo evangélico, em meio às pedradas que não cessavam, uma irmã (cheia do Espírito Santo) começou a entoar um louvor ao Senhor, aos poucos, as pedras diminuíram, houve um breve silêncio e a mensagem foi entregue. Ali, um trabalho Batista teve seu inicio com uma escola, anos mais tarde, já uma pequena igreja estava instalada na cidade e em duas noites de pregação, 52 almas renderam-se aos pés do Senhor Jesus.
As perseguições servem também para nos instruir acerca de como agir nos momentos difíceis da vida cristã, com elas também aprendemos, e muito!

“O HOMEM QUE APRENDE A BUSCAR O SENHOR E CRESCE NA PALAVRA ATRAVÉS DAS PERSEGUIÇÕES É BEM AVENTURADO”!
A mãe quer ver o bebê crescer, o menino sonha em ser um jovem amanhã e o jovem sonha em ter seu lar, filhos, etc... A vida é um constante crescimento, assim também é a vida espiritual, e a maior e melhor vitamina é a Palavra do Nosso Deus. Paulo escreve em Efésios 4.14- “para que não sejais mais meninos, inconstantes e levados por vento de doutrina (ao redor – note bem isto- ao ou em redor), pela fraudulência de homens, pela astúcia inclinação à maquinação do erro (está muito diferente disto nos dias de hoje?). vencer as doutrinas falsas que estão no mercado há muito tempo, somente com a meditação da Palavra do Senhor!
Oro ao Senhor para conservar em minha mente a Sua Palavra, pois Esta nunca deixará meu espírito vazio. Alguém disse certa vez: “Não precisamos ter toda a Bíblia na cabeça, mas devemos ter a cabeça na Bíblia”!
“Estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós!” (I Pedro 3.15)
Pastor David Gomes escreveu: “- para muitos, a igreja é um clube, para outros um encontro de jovens ou de casais, quantos adoradores de chicletes na boca numa afronta ao pregador e desrespeito à Casa do Senhor...”
Falta-nos ensino, e a Palavra deve ser ênfase na vida cristã. Outras lições virão ainda sobre o valor das Escrituras em nossas vidas, na vida da igreja.
Costumo dizer aos meus filhos que a pior doença que existe é a ignorância, que o Senhor nos livre desta enfermidade maligna para sempre.
Amém.
Pr Omar Bianchi

quinta-feira, setembro 10, 2009

Boas Novas, você tem anunciado?



Esta noite estava refletindo acerca de algumas coisas...
O que será que aconteceu conosco, os ditos “evangélicos”, eu e você ou mesmo aquele irmãozinho que senta ao seu lado no culto e que você nem sequer sabe quem é? Mas ele esta lá... todos os domingos... e você nem sabe o seu nome, então pensa, porque será que eu iria cumprimentá-lo, não é? Afinal nem sei o seu nome mesmo...
O que aconteceu com a ordenança de Jesus que nos diz para: “pregar a palavra a toda criatura”.? Se eu vou a uma grande loja de eletro domésticos e vejo uma TV de LCD ou uma geladeira de última geração, a um preço “baratíssimo” com uma proposta “irrecusável”, eu compro e depois conto a novidade para todos que encontrei. Com um sorriso no rosto e um semblante de hiper felicidade, conto sobre o achado...
Agora, porque será que não fazemos isso com as coisas de Deus? Se Deus é tão bom assim, se Ele é tudo pra mim, porque será que não faço a mesma coisa, ou seja: sair por ai contanto pra todos as novidades, das maravilhas que Deus faz, da proposta de vida, do preço de sangue e de amor, que ele pagou pelas vidas...?
Muitos vão dizer que não têm tempo, ou que “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”, ou mesmo dizer que não estou preparado pra isso... ou que não vai ficar indo de casa em casa, ou parando as pessoas na rua... mas o que custaria levar em meu carro alguns folhetos que poderiam mudar a vida de uma pessoa, assim como aconteceu comigo e com você? Abastecer o meu carro e entregar um folheto ao frentista e dizer “Posso te entregar um folheto, depois você lê com calma... isso mudou a minha vida e com certeza vai mudar a sua também...” ou mesmo no farol, quando uma pessoa vem te entregar um folheto de propaganda você diz: “Vamos fazer uma troca, fica com meu folheto, assim como fiquei com o seu, leia depois na sua casa com calma, pois vai mudar a sua vida, assim como mudou a minha”.
A Palavra diz: “pregai o evangelho a toda criatura” e às vezes nem as pessoas com quem me relaciono no trabalho sabem que sou “crente”. Será que tenho medo ou me falta coragem pra falar de Deus? Posso ate pensar o que vão pensar de mim, ou mesmo se vou ser motivo de gozação, ou escândalo...
Estudo pra melhorar de emprego ou receber uma promoção, pra ter uma condição melhor de vida, mas às vezes nem sequer me preocupo em estudar a Palavra de Deus, me preparar pra contar a essas pessoas “a minha grande novidade: Deus”.
O que será que Deus tem visto do seu povo? Será que só sei pedir bênçãos, um carro importado, enquanto pessoas por ai estão completamente perdidas, famílias sendo destruídas, crianças buscando no lixo o pão, ou pior: será que sei falar de Deus dentro da igreja, com um irmão? Fico pensando, quantas pessoas passaram por mim precisando ouvir uma palavra, até mesmo uma pessoa próxima de cometer suicídio, precisando ouvir de Deus e eu deixei passar a oportunidade de falar, ou quando um amigo diz que esta com a mãe doente com câncer ou filho muito doente e eu não falo nada. Será que eu não vejo que pode ser a ultima oportunidade daquela vida ouvir da Salvação ou do amor de Deus? Se o mesmo Espírito Santo que intercede diante do Pai com gemidos inexprimíveis por aquilo que peço, o que acontece quando o mesmo Espírito Santo “grita” aos meus ouvidos pra falar de Deus para alguém e eu não faço nada? Terrível não?
Gostaria que isso servisse de alerta pra nós “evangélicos”, vamos deixar de ser Cristãos somente dentro das Igrejas, mas vamos encontrar meios para cumprir o que Jesus nos mandou fazer, de pregar o Evangelho a toda criatura. Vamos pedir a Ele capacidade e sabedoria, mas nunca calarmos nossos lábios.
Abraços a todos, fiquem com Deus!!!!
Edison Vaccaro Jr

terça-feira, setembro 01, 2009

O VALOR DA PACIÊNCIA


“Sede, pois, irmãos, pacientes, até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador aguarda com paciência o precioso fruto da terra, até receber as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas. Irmãos, tomai por modelo no sofrimento e na paciência os profetas, os quais falaram em nome do Senhor. Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes. Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo.” (Tiago 5.7-11)
Vivemos dias em que o avanço tecnológico é tão grande que chegamos a nos espantar. As conquistas são tão freqüentes e dinâmicas que chegamos ao ponto de vermos ultrapassada no dia seguinte algo que nos parecia a invenção mais fabulosa no dia anterior.
A televisão e outros instrumentos da mídia aproximaram os povos. Podemos saber o que acontece no outro lado do mundo no exato momento em que os fatos estão ocorrendo.
Estamos tão acostumados a essas mudanças radicais no nosso cotidiano, que não poucas vezes nos sentimos perdidos em certas situações.
Tanta tecnologia, tanta globalização, tanta informação, tantas opiniões, tantas oportunidades, tanto conforto material...
Diante de tantas opções poderíamos nos considerar os mais felizes, os mais realizados em todos os sentidos, mas não é isso o que tem ocorrido.
Há 30 ou 40 anos atrás acreditávamos que o avanço tecnológico poderia melhorar a nossa maneira de viver.
Acreditávamos que com o passar do tempo o conforto material nos proporcionaria mais tempo e tranqüilidade para buscarmos a Deus e termos comunhão com nossas famílias e amigos.
Hoje nos deparamos com todas as conquistas almejadas pelo homem, mas ao mesmo tempo vemos que este homem está perdido em si mesmo. Aquilo que deveria ser uma bênção acabou se tornando praticamente uma maldição na vida do homem moderno.
Mais tecnologia e conhecimento geraram mais liberdade e esta gerou mais libertinagem e com isso um maior afastamento da presença de Deus em nossas vidas.
Tiago está nos exortando a sermos firmes em nossas convicções. A não nos abatermos, mas resistirmos na certeza de que o Senhor em breve virá.
O texto nos ensina que devemos ser paciente em pelo menos duas situações:
Em primeiro lugar quanto à vinda do Senhor.
O verso 8 diz: “Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima.”
Já faziam 15 anos que Jesus havia ressuscitado e indo embora para nos preparar lugar como está escrito em João 14.1-3 “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.” e os cristãos estavam temerosos de que Ele não mais voltasse, porque acreditavam que a Sua vinda seria imediata e não compreenderam a extensão das palavras de Jesus.
O maior inimigo da paciência talvez seja o imediatismo.Moisés sobe ao monte Sinai e fica ali por 40 dias. Quando estava próxima a sua volta para o meio do povo, este começou a reclamar e a pedir que Arão, irmão de Moisés, lhe fizesse um deus para que fosse adiante deles, porque aquele Moisés, diziam eles, não sabemos o que lhe aconteceu.
Jesus nos ensinou que a Sua vinda se daria como se um ladrão penetrasse a casa para roubá-la: num dia e hora em que não esperamos.
Quantas vezes tomamos o posicionamento daqueles homens que pressionaram Arão a fabricar o bezerro de ouro?
Dizemos que temos que viver o presente...“Ainda sou muito moço, tenho que aproveitar a vida. Daqui a pouco a vida passou e eu não fiz nada. Quando eu estiver com mais idade vou procurar uma “religião” que me aceite como eu sou e não fique me pressionando para mudar minha maneira de pensar e viver...”
“Tenho tanto tempo pela frente. Preciso conseguir minha independência financeira. Aí sim eu “aceito esse Jesus” que os crentes falam tanto...”
A Palavra de Deus em Lucas 12.13-21 nos conta a história de um homem que desejava aumentar cada vez mais a sua riqueza.
Um homem achegou-se a Jesus e pediu-lhe para que falasse a seu irmão para que repartisse com ele a herança de seu pai.
Jesus diz a ele que não julgaria a causa deles e alerta-o para que se acautelasse e se guardasse da avareza porque a vida não consistia em abundância do que se possuía e propôs-lhe uma parábola dizendo que um homem rico viu que o seu campo havia produzido em abundância e resolveu derrubar os celeiros antigos e construir outros maiores para guardar a sua produção e em assim fazendo disse a si mesmo: “alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos, descansa, come, bebe e folga”. Mas Deus lhe disse: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma e o que tens preparado para quem será?”Deus é Fiel!
Jesus é Fiel!
A Sua Palavra é verdadeira!
Jesus virá!
Eu não tenho esperança ou apenas creio na possibilidade de que isso venha ocorrer, mas tenho certeza absoluta de que um dia, quando menos esperarmos Ele virá nos céus e nós seremos arrebatados para junto dEle.
Por essa razão devemos estar preparados para a Sua volta.
Hebreus 12.1 diz que devemos nos desembaraçar das coisas que nos impedem de corrermos a carreira cristã.
Esse desejo de nos desembaraçarmos das coisas que nos impedem de corrermos a carreira cristã leva-nos ao segundo ensinamento que o texto nos apresenta.

Em segundo lugar devemos ter paciência quanto a nós mesmos.A bondade de Deus nos conduzirá ao arrependimento.
Dizemos: “depois que me converti achei que as coisas melhorariam, mas faz tanto tempo e nada acontece...”Precisamos suportar as dificuldades. Olharmos firmemente para Jesus. O livramento que tanto aguardamos e aos olhos de muitos e aos nossos próprios olhos parece tão distante e impossível pode ocorrer hoje mesmo, talvez amanhã ou a qualquer momento.
O Salmista Davi disse em Salmos 30:5 “Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã.”
Jesus nos ensina em Lucas 15.11-32 acerca do amor de Deus para com aqueles que estão perdidos e acabam voltando arrependidos para a casa paterna.
Que amor é esse que pode perdoar as faltas mais graves de um filho ingrato que sai de casa descontente com o pai, mas volta arrependido pedindo guarida e proteção?
Esse é o amor de Deus que aguarda com paciência que nos arrependamos e a Ele nos apresentemos.
Saiba compreender as suas limitações. Não fique pensando que você é um super crente e que está isento de errar. Mesmo depois de nos entregarmos a Jesus seremos nós mesmos caminhando num processo de aprendizagem e santificação e isso não se dá de uma hora para a outra.
Se você que está lendo essa reflexão ainda não entregou seu coração e sua vida a Jesus saiba que o diabo, nosso adversário coloca duas situações no coração das pessoas para que não aceitem o chamado de Jesus para a Salvação de suas almas.a) Uns se acham tão perfeitos e bons pelo comportamento que têm na sociedade e em relação à família que não precisam de um Salvador pessoal para suas vidas e entendem que pelo fato de serem honestos, bons pais, bons filhos e não prejudicarem a ninguém serão conduzidos diretamente ao céu;
b) Outros se acham tão pecadores pelo que já fizeram nessa vida que entendem que são impuros e depravados demais para que Deus os perdoe e que Jesus jamais acreditará que eles realmente se converteram e resolveram mudar e abandonar as suas vidas de pecado.
Quando um desses pensamentos vier à sua mente não acredite nele, pois não procede de Deus que a todos ama. Deus abomina o pecado, mas ama infinitamente ao pecador e por isso quer resgatá-lo das garras do diabo e com tendo esse objetivo no coração enviou Seu próprio Filho para que morresse por nossos pecados, os meus e os seus.
Haverá a necessidade de nos aproximarmos cada vez mais de Deus através do nosso crescimento espiritual e isso começará a se dar quanto passarmos a conhecer mais o que esse Deus que nos resgatou do pecado espera de nós.
Conhecendo a Palavra de Deus teremos entendimento dos planos de Deus para a nossa vida e as promessas que Ele tem para cada um de nós.
Permita que Deus trabalhe nelas para que você possa ser mais útil nas mãos dEle.
Muitas vezes fazemos da Graça de Deus uma lei para nossas vidas e isso impede de olharmos para dentro de nós mesmos e entendermos que somos limitados e imperfeitos. Em Mateus 12.7 Jesus disse: “Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos, não teríeis condenado inocentes.”
O Apóstolo João fala em sua primeira carta:
“Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós. Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.”(1 João 1:8- 2:1-2)
Tiago termina dizendo que bem-aventurados são os que suportam as aflições e dá como exemplo a paciência de Jó.
Conheça suas limitações e se entregue nas mãos de Deus para que Ele te fortaleça. Seja humilde diante dEle e Ele não apenas te consolará, mas responderá aos anseios mais íntimos de seu coração.
Ele é um Deus galardoador e espera que nEle confiemos.

Se você que está lendo essa reflexão ainda não entregou a sua vida nas mãos de Jesus eu quero lhe fazer um convite.Entregue o seu coração a Jesus e deixe que ele cuide de você e dirija seus passos. Confie nEle. Ele é Fiel para cumprir Sua Palavra. NEle podemos confiar sempre, pois Ele se entregou para morrer naquela cruz pelos nossos pecados, para que você e eu tivéssemos, ao reconhecer esse ato de tão grande amor, a oportunidade de vermos os nossos pecados perdoados e o direito de vivermos em intimidade eterna em Sua companhia.

Faça essa oração comigo e creia que Ele cuidará de você e dos seus.
Senhor Jesus, eu creio de todo o meu coração, que és o Filho de Deus, que veio a esse mundo e foi morto na Cruz do Calvário para resgatar os meus pecados. Eu reconheço que sou pecador e peço perdão a Ti pelos meus pecados. Senhor Jesus eu O reconheço como meu Salvador pessoal e quero morar nos céus com o Senhor. Toma conta de mim, dirige os meus passos e me batiza com o Espírito Santo a fim de que eu possa testemunhar desse teu amor por mim. Eu te agradeço por me receber e me dar o direito de ser chamado filho de Deus. Amém

Se você fez essa oração eu o convido a procurar uma Igreja Evangélica onde se pregue a Palavra de Deus com sinceridade e compromisso, e começar a conhecer o que Deus tem para você e para sua família. Estude sempre a Palavra de Deus, a Bíblia. Nela você encontrará tudo o que você necessita para ter uma vida vitoriosa com Cristo.

Que Deus o abençoe ricamente.