sábado, junho 27, 2009

O que esperar do amanhã?

"Diz o insensato no seu coração: Não há Deus. Corrompem-se e praticam abominação; já não há quem faça o bem. Do céu olha o SENHOR para os filhos dos homens, para ver se há quem entenda, se há quem busque a Deus. Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem um sequer. Acaso, não entendem todos os obreiros da iniqüidade, que devoram o meu povo, como quem come pão, que não invocam o SENHOR? Tomar-se-ão de grande pavor, porque Deus está com a linhagem do justo. Meteis a ridículo o conselho dos humildes, mas o SENHOR é o seu refúgio. Tomara de Sião viesse já a salvação de Israel! Quando o SENHOR restaurar a sorte do seu povo, então, exultará Jacó, e Israel se alegrará." (Salmos 14.1-7)
O Rei Davi era um homem segundo o coração de Deus e muitos de nós conhecemos várias situações vividas por ele através de suas narrativas no livro dos Salmos.
Davi teve grandes momentos de alegria e de gozo na presença do Senhor. Momentos nos quais pode perceber a mão de Deus se movendo em seu favor.
Um exemplo desse cuidado divino para com ele aconteceu quanto enfrentou e matou o gigante filisteu Golias com uma única pedrada, ou quando, ao recuperar a arca da aliança, dançou freneticamente diante da mesma e do seu povo, chegando ao ponto de escandalizar sua mulher Mical, filha do antigo rei Saul. Mas Davi também passou por momentos terríveis e angustiantes, como nos dias em que era perseguido por Saul, ou quando teve que fingir-se de louco na cidade de Gate (Salmo 56) para não ser morto, ou ainda, quando ser filho Absalão depois de praticar um levante com alguns homens possuiu todas as suas mulheres no terraço do palácio real, expondo o rei a uma vergonha nacional. E se isso não bastasse, seus soldados acabaram matando esse mesmo Absalão.
Por essa razão os Salmos falam muito ao coração de todos nós, porque Davi escrevia aquilo que estava passando. Eram experiências próprias. Este Salmo é um misto de desespero e de medo, mas também de esperança de dias melhores.
Davi já havia passado por tantas dificuldades, por tantas traições e perseguições que não via a hora em que Deus estabelecesse para sempre seu reino nesse mundo.
Davi começa confrontando o pensamento e a forma de viver daqueles que não temem a Deus e a reação de seu povo diante dEle.
Chegamos a um nível em nossos dias, em que a maioria das pessoas chega mesmo a duvidar da existência de Deus.
As desigualdades sociais são muito grandes
. E o que não dizer dos sofrimentos impostos por aqueles que possuem maiores recursos financeiros aos que possuem pouco ou nenhum recurso?
Existem pessoas que se dizem ateus convictos, que negam totalmente a existência de Deus, confiando somente nas suas capacidades humanas e intelectuais. São pessoas que se consideram superiores e como diante das coisas espirituais se perdem no labirinto de suas convicções, preferem negá-las.
Com razão apóstolo Paulo nos ensina que as coisas espirituais se discernem espiritualmente, por essa razão o homem natural as considera loucura ( I Coríntios 2.14).Por acreditarem somente nas suas potencialidades e por entenderem que a vida do homem está circunscrita à vida terrena, praticam toda sorte de abominações contra o seu próximo. O que acontece ao seu redor não tem nenhuma importância. Para eles o que realmente importa é a sua própria vida. Seu provérbio preferido é: Cada um por si e que vença o melhor.
Esse é o tipo de raciocínio e sentimento que move o homem natural e não precisamos ir muito longe para verificar que isso é verdadeiro. Basta andarmos pelas ruas de nosso bairro. Vizinhos que nem se olham no rosto, quando muito dão um “bom dia”, “boa tarde” ou “boa noite”. Alguns até perguntam se vai “tudo bem”, mas estão tão apressados que nem esperam para saber a resposta. Essa situação não é muito diferente em alguns lares, onde a demonstração de amor e entrega transformou-se em indiferença e disputa. Ninguém se entende. Não há diálogo. Quando não se tratam com gritarias, muitas vezes nem conversam.
No trabalho nem precisamos comentar. A maioria quer o lugar do chefe ou do patrão. Todos querem ter uma condição de vida melhor. Muitos dizem: “Foi para isso que estudei? Eu trabalho feito louco e no fim acabo fazendo tudo, e esse idiota (referido-se ao superior) não faz nada e ganha três vezes mais que eu.”
Era também esse o ambiente na época em que Davi escreveu esse Salmo e é o nosso ambiente que vivemos em nossos dias. Lugar de maldades sem limites.
Esse Salmo nos ensina algumas coisas acerca do que podemos esperar do amanhã.
Em primeiro lugar, Ele nos ensina que apesar da maldade do homem, Deus continua a vir ao seu encontro.
Deus tem prazer em abençoar e por essa razão está sempre procurando uma oportunidade para derramar da sua Graça sobre nós.
Deus não criou o homem para viver no pecado, no sofrimento. Não o criou para matar seu semelhante ou para humilhá-lo. Ele o criou para ter uma vida feliz. Criou-o para ter comunhão com Ele, criou-o para o louvor de Sua Glória.
Talvez você esteja passando por algumas dessas situações que mencionamos acima. Se estiver, tenha a certeza de uma coisa: Deus se preocupa com você e veio ao seu encontro hoje, nesse momento aí mesmo onde você está, para demonstrar todo o Seu amor. Por essa razão abra o seu entendimento. Abra o seu coração porque Ele quer te abençoar grandemente.
No livro de Jó 28.28, o Senhor Deus nos ensina que o temor do Senhor é o principio da sabedoria e o apartar-se do mal é o entendimento.Dificilmente conseguimos mudar da noite para o dia, mas precisamos começar a mudar.
Comece a pensar nisto. Comece a mudar os seus pensamentos, o seu modo de falar. Comece a buscar a Deus. Tenha o desejo de mudar, porque dos céus o Senhor está olhando para cada um de nós, procurando quem entenda, procurando se há quem o busque com um coração sincero.
Em segundo lugar, Ele nos ensina que na busca desesperada de Deus acabamos, muitas vezes, nos afastando dEle.Deus é Espírito e importa que seus adoradores o adorem em Espírito e em Verdade (João 4.24) e às vezes, na busca de Deus acabamos trocando os pés pelas mãos. Ao invés de buscarmos a Deus em Espírito e em Verdade, acabamos tentando buscá-lO através de doutrinas que nada têm de comunhão com Ele.
Às vezes, no desejo de buscarmos uma coisa boa, prazerosa, acabamos encontrando coisas ruins que vão nos conduzir, não somente à morte física, mas ao afastamento definitivo da presença de Deus após a nossa morte.
Hoje em dia existe uma imensidão de doutrinas que se dizem cristãs ou que dizem nos conduzir a Deus, mas estão sempre condicionadas aos caprichos humanos.
Desde que o pecado se instalou no coração do homem, este busca aproximar-se de seu criador. No início, acreditava que pudesse consegui-lo através de sacrifícios humanos ou de animais e que, assim procedendo, Deus pudesse se agradar dele. O homem criou inúmeros deuses na esperança de que eles pudessem resolver os seus problemas mais íntimos, mas nessa intenção de aproximação, acabou se distanciando ainda mais de Deus.
Hoje, ainda existem doutrinas que tentam se aproximar de Deus através de sacrifícios de sangue, da meditação, etc. Existe uma enxurrada tão grande de seitas que seria necessário termos bilhões de deuses para que cada um pudesse ter o seu próprio deus, como acontece na Índia e em tantos países.
Na Índia existem milhões de deuses, cada família tem o seu. Eles vêm Deus nos insetos, aves, animais e se olhassem para essas criaturas como tendo sido criadas pelo verdadeiro Deus, estariam certas, mas entendem que são o próprio Deus.
Em terceiro lugar, Ele nos ensina que Deus é a nossa salvação, o nosso socorro.
Davi lança um grito desesperado, esperando o socorro divino no versículo 7, quando diz: “Tomara de Sião viesse já a salvação de Israel! Quando o SENHOR restaurar a sorte do seu povo, então, exultará Jacó, e Israel se alegrará.”
Apesar da maldade humana, Davi esperava que Deus enviasse um redentor para o povo.
Deus conhecia o sofrimento do homem e queria esta aproximação, mas sabia que pelas obras da Lei, dada a Moisés no Monte Sinai, seria impossível que ela ocorresse, porque todos cumpriam somente rituais religiosos, sem coração ou entrega verdadeira. O coração do povo não estava totalmente entregue a Ele para fazer a Sua vontade e ser por Ele abençoado.
Mas Deus tinha um plano de Salvação para o homem e este plano se cumpriria na redenção total desse homem, feito à Sua imagem e à Sua semelhança, na pessoa de Jesus Cristo, o Seu Filho amado.
Em João 3.16 João nos ensina que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou o seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
Jesus veio a este mundo para salvar a mim e a você. Ele tinha tudo: tinha poder, majestade, Glória, e por amor a mim e a você, Ele abdicou de tudo isso para vir se entregar na cruz para que nós (eu, você e todos quantos crêem nessa Palavra) pudéssemos alcançar a tão sonhada Salvação e reconciliação com o nosso Criador.
Quando Jesus foi crucificado na Cruz, levou sobre si todas as nossas enfermidades morais, os nossos pecados, as nossas impurezas, dando-nos a oportunidade, à partir daquele momento, de sermos chamados filhos de Deus.Aleluia!
Que Deus maravilhoso é esse nosso Deus! Glória e Honra sejam dadas a Ele eternamente!
Essa oportunidade de ser feito filho de Deus é para todos, indistintamente.
Mas para que isso aconteça com a sua vida é necessário que você entregue a sua vida a Ele, pois somente àqueles que o reconhecerem (Jesus) como Senhor e Salvador pessoal é que Deus promoverá essa bênção da reconciliação.

A Palavra de Deus, em João 1:12 diz: Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos Filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.
O que Jesus nos oferece é uma vida cheia de alegria ao Seu lado, quando deixarmos esse mundo através da morte, ou quando formos arrebatados juntamente com toda a igreja quando Ele retornar para levar aqueles que ainda estiverem vivos.
Enquanto estivermos nesse mundo teremos problemas, mas, graças ao amor de Deus, temos um consolador. O Espírito Santo de Deus.

O que é que Jesus exige de nós?
Financeiramente, NADA.
Materialmente, NADA.
O que Jesus exige de nós é uma mudança de vida. Ele quer o nosso coração.

O mundo chora as suas crises. Hoje mesmo estamos diante de uma delas.
Muitos dizem não haver amanhã para o ser humano. Eles estão até certo ponto corretos em suas análises.
Até certo ponto, porque não haverá dias melhores para aqueles que não foram lavados e remidos no sangue do Cordeiro de Deus, Jesus.
Para nós que somos lavados nesse precioso sangue não apenas os dias serão melhores, mas toda a ETERNIDADE.

Em Apocalipse capítulo 22.1-5, vemos o que podemos esperar do amanhã.
"Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos. Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele. Então, já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos."
Você quer fazer parte desse povo que viverá todas essas maravilhas?
Entregue o seu coração a Jesus e deixe que ele cuide do seu amanhã.
Faça essa oração comigo e creia que Ele cuidará de você e dos seus.

Senhor Jesus, eu creio de todo o meu coração, que és o Filho de Deus, que veio a esse mundo e foi morto na Cruz do Calvário para resgatar os meus pecados. Eu reconheço que sou pecador e peço perdão a Ti pelos meus pecados. Senhor Jesus eu O reconheço como meu Salvador pessoal e quero morar nos céus com o Senhor. Toma conta de mim, dirige os meus passos e me batiza com o Espírito Santo para que eu possa testemunhar desse teu amor por mim. Eu te agradeço por me receber e me dar o direito de ser chamado filho de Deus. Amém

Se você fez essa oração eu o convido a procurar uma Igreja Evangélica e começar a conhecer o que Deus tem para você. Estude sempre a Palavra de Deus, a Bíblia. Nela você encontrará tudo o que você necessita para ter uma vida vitoriosa com Cristo.
Que Deus o abençoe ricamente.


sábado, junho 20, 2009

A VERDADE PROCURA UM SOLDADO

“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” (2Timóteo 2.15)
Vivemos dias em que a palavra “Verdade” tem sido empregada a todo o momento.
As pessoas não conseguem simplesmente expressar suas idéias, seus pensamentos, contar ou comentar algum acontecimento no qual se envolveram ou ouviram falar, sem acrescentar no final do comentário: “É verdade”, “pode confirmar com Fulano ou com Beltrano,etc.” Alguns vão mais além: “Olha, o que estou dizendo é verdade, se não for, quero ficar cego neste momento!”Porque isto tem acontecido? Tem acontecido porque a Palavra de Deus nos ensina que nos últimos tempos os homens seriam (2 Timóteo 3.2) avarentos, presunçosos, ingratos, etc ...
Para muitos, hoje em dia não importa o que se faça ou se diga, o importante é estar numa posição de destaque, não importando se estamos ferindo esta ou aquela pessoa. O que importa é sermos os melhores, os mais valentes, os mais poderosos.
Em nossos dias vale mais o temor (no sentido de provocar terror) do que o amor. Temor no sentido de medo mesmo: “Você sabe com quem esta falando?”Este é o mundo em que vivemos, onde os homens pegam em armas e roubam, ferem e matam os seus semelhantes sem se preocupar com a vida humana. Aliás, até isto já está virando artigo de prateleira: você pode escolher o tipo físico da criança que vai nascer e por aí afora.
Este é o espírito do mundo atual. Um mundo movido à violência, sexo livre, corrupção na maioria dos segmentos públicos e privados, onde a vida humana não vale absolutamente nada, onde a pessoa é identificada apenas por um número e por essa razão a palavra verdade está tão “avacalhada”. Perdeu-se o verdadeiro sentido do que ela representa.
Isto não tem acontecido somente no mundo em que vivemos, mas também e infelizmente, na igreja.
Os escândalos são cada vez mais freqüentes. Homens que dizem as maiores aberrações, mentiras deslavadas e tudo em nome de Deus, em nome de Jesus, em nome da Verdade.
Jesus afirma em João 14.6: “Eu sou o Caminho, e a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.”Existe um cântico que diz: “ ... o nosso general é Cristo”.
Realmente, o nosso general é Cristo e Ele está arrebanhando um exército de homens e mulheres compromissados com a Verdade que Ele personifica.
Irmãos, a Verdade, que é Jesus Cristo, procura um verdadeiro soldado.O Senhor está nos dizendo: “Estou formando um grande exército, um exército poderoso, movido pelo Espírito Santo de Deus. Muitos serão os chamados, mas poucos os escolhidos. Para que você possa fazer parte desse exército glorioso é necessário ter pelo menos algumas características marcantes.”

O FUTURO SOLDADO DA VERDADE DEVE:

1- SER APROVADO


Para o mundo, a palavra aprovado está relacionada com o que você fez, com o que você estudou, com o que você aprendeu e pôs em prática no exame final.
Para o Exército da Verdade a aprovação está condicionada a aquilo em que você se tornará depois de entrar para as suas fileiras.
A aprovação não está condicionada com aquilo que você fez ou o que você é, mas naquilo em que o Espírito Santo de Deus irá transformá-lo.
Não importa se você é um super empresário, professor universitário, pedreiro, faxineiro, desempregado, tem necessidades especiais ou é um moribundo, o que importa é você ter o desejo de mudar interiormente de posição. É você desejar entrar na luta, fazer parte do Exército do Senhor.
A condição para isso é simples: RECONHECER QUE JESUS CRISTO É O SENHOR E SALVADOR DE SUA VIDA.É reconhecer que Ele é o nosso Supremo General.
Não precisa de assinatura, depósito bancário, diploma ou coisas parecidas. É preciso apenas ter um coração quebrantado que ame a Deus e à Sua causa.

2) TER O DESEJO DE SERVIR
Hoje em dia a maioria das pessoas trabalha por necessidade, por um ato de sobrevivência.
No Exército de Deus, o mais importante não é o quanto se vai ganhar ou quanto a nossa conta bancária vai crescer.
O soldado desse Exército tem como lema: “Não andeis ansiosos com o dia de amanhã, buscai em primeiro lugar o reino (de Deus) e a Sua justiça e as demais coisas vos serão acrescentadas” (Lucas 12.31)O que importa para ele é servir. Ele quer alegrar o seu Senhor, quer vê-Lo, olhar para Ele e ouvi-Lo dizer: “... muito bem, servo bom e fiel; fostes fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor” (Mateus 25.23)Hoje em dia vemos muitas pessoas enganadas, achando que para fazer parte desse Exército é preciso estar em posição de mando. Querem ser superiores às outras.
O nosso General disse: “...(Eu não vim) para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. ( Marcos 10.45)
3) ORGULHAR-SE E NÃO SE ENVERGONHAR

Muitos soldados têm vergonha de dizer que fazem parte deste Exército, muitos nem carregam armas (Bíblia) com medo de serem identificados. São os famosos “crentes agentes secretos”
São soldados de quartel. Só dentro dele as pessoas percebem que são soldados por causa, muitas vezes, da vestimenta, fora do quartel andam à paisana, com “roupa civil”.
Jesus foi preso e enquanto aguardava os acontecimentos Pedro ficou se aquecendo junto a uma fogueira que foi montada em frente à prisão. (Mateus 26.69-75).A Palavra de Deus nos diz: “Se o negarmos, Ele nos negará, se formos infiéis, Ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo.” (2 Timóteo 2.12,13)
4) MANEJAR BEM A SUA ARMA

Todo soldado se prepara para a batalha. No Exército da Verdade não é diferente: o soldado deve manejar bem a sua arma. E qual é a arma do Exercito da Verdade? A Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.
Nossa munição é o Sangue de Jesus vertido na Cruz do Calvário que nos dá a oportunidade de nos alistarmos e galgarmos posição no Exército da Verdade.
Foi através dele que nos tornamos livres.

CONCLUSÃO
Hoje o Senhor te convida a fazer parte desse Exército vitorioso que irá reinar com Cristo por toda a eternidade.
Talvez você possa estar querendo se preparar melhor para passar a fazer parte desse Exército glorioso...
Talvez você esteja sentindo-se muito fraco para fazer parte de um Exército tão poderoso...
Mas eu quero te dizer que ao contrário dos exércitos das nações, o alistamento nesse Exército não é compulsório ou obrigatório, mas ao contrário, é LIVRE e NECESSÁRIO, pois ao nos alistarmos estaremos salvando nossa própria vida, pois depois de nosso alistamento, nada nem ninguém poderá nos separar de suas fileiras.
A Palavra de Deus nos garante que:
"Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos. Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou. Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." ( Romanos 8.26-39)

Você quer fazer parte desse Exército Glorioso e receber GRATUITAMENTE o passaporte para a vida eterna com nosso Senhor Jesus Cristo?
O nosso General Jesus Cristo está esperando o seu alistamento e ao contrário dos generais do mundo, está de braços abertos esperando que você se entregue a Ele. Reconheça-O como Senhor e Salvador e você estará automaticamente alistado nesse Exército.Entregue o seu coração a Jesus e deixe que ele cuide de você e dirija seus passos

Faça essa oração comigo e creia que Ele cuidará de você e dos seus.

Senhor Jesus, eu creio de todo o meu coração, que és o Filho de Deus, que veio a esse mundo e foi morto na Cruz do Calvário para resgatar os meus pecados. Eu reconheço que sou pecador e peço perdão a Ti pelos meus pecados. Senhor Jesus eu o reconheço como meu Salvador pessoal e quero morar nos céus com o Senhor. Toma conta de mim, dirige os meus passos e me batiza com o Espírito Santo para que eu possa testemunhar desse teu amor por Amim. Eu te agradeço por me receber e me dar o direito de ser chamado filho de Deus. Amém

Se você fez essa oração eu o convido a procurar uma Igreja Evangélica onde se pregue a Palavra de Deus com sinceridade e compromisso, e começar a conhecer o que Deus tem para você e para sua família. Estude sempre a Palavra de Deus, a Bíblia. Nela você encontrará tudo o que você necessita para ter uma vida vitoriosa com Cristo.

Que Deus o abençoe ricamente.


terça-feira, junho 16, 2009

Será que estamos levando a sério o evangelho do Senhor Jesus?



A cada dia que passa nos deparamos com uma forma de Cristianismo ou de pregação do Evangelho cada vez mais espelhada nos moldes mundanos e afastados do que realmente a Palavra de Deus nos ensina e exorta a viver.
As frases de efeito relacionadas com a Palavra de Deus estão por toda parte. São verdadeiros tratados de marketing, dignos de mentes altamente capacitadas, para atrair a atenção daqueles que as lêem.
É comum vermos nas ruas carros com adesivos alusivos ao que Deus fez ou costuma fazer para aqueles que O seguem:
“ DEUS É FIEL!”
“ PROPRIEDADE EXCLUSIVA DE JESUS!”
“ A SERVIÇO DO REI JESUS”
“ TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”
“ PRESENTE DE DEUS”
Seria melhor pararmos por aqui, mas há uma que li pela primeira vez hoje quando estava retornando para minha casa e estava estampada com letras garrafais no vidro traseiro de um carro, novinho em folha é claro, e que me levou a escrever esse artigo. Diz o cartaz : “ O SEGREDO DO MEU SUCESSO É JESUS”.Não é de hoje o meu caminhar com o Senhor, e apesar de me considerar um eterno “aprendiz de servo do Senhor Jesus Cristo”, já vi muitas coisas nessa trajetória, e infelizmente verei muitas ainda, mas o que estão fazendo com a Palavra de Deus chega a ser decepcionante, para não termos de usar aqui algum termo mais adequado para alguém que usa da Palavra com tanto desdém, infantilidade e menosprezo, mercantilizando essa Palavra tão preciosa, e ainda têm a capacidade de aporem o nome do Senhor Jesus na maioria desses adesivos.
É impressionante o fato de nunca termos visto esses adesivos afixados nos carrinhos dos catadores de papel ou de outros materiais reciclados, mas na maioria em carros novos e ao lado de logotipo de empresas, como a dizer que a empresa é abençoada porque os donos são crentes, mas muitas vezes esses mesmos donos participam de negociatas para verem vendidos os seus produtos, comercializam mercadorias sem a emissão de notas fiscais e por aí vai.
Não estamos aqui para fazer apologia à pobreza e à miséria, como se para sermos cristãos verdadeiros tivéssemos que passar por necessidades materiais, mesmo porque a Palavra de Deus nos garante o Seu cuidado para com aqueles que a Ele se entregam.
Queremos deixar aqui nossa indignação porque na maioria das vezes esses “propagandistas” ou “garotos (as) propaganda” que adesiva seus veículos com esses dizeres, muitas vezes nem mesmo conhecem a Palavra do Deus que eles garantem lhes deu aquele bem, que muitas vezes também, nem pago está, e que não poucas vezes foram comprados “pela fé” como dizem alguns.
Se voltarmos um pouco no tempo vamos constatar que ser cristão era um verdadeiro desafio e não um hobbie como muitos acreditam hoje em dia. Porque para muitos é até chique se dizer cristão, porque ao contrário de nossos antepassados na fé, que eram tratados como pessoas incultas, muitas até mesmo analfabetas, hoje são as pessoas cultas e bem vestidas que freqüentam as igrejas evangélicas, com seus carrões último tipo.
Vamos analisar os textos colocados fora de contexto:
“DEUS É FIEL!”

Sim Deus é fiel e poderoso para nos dar tudo aquilo que estiver em Seu coração para nossa vida, mas Deus é fiel só porque nos deu aquele bem no qual afixamos no adesivo?
Quando negociamos de forma desonesta e afixamos o cartaz na entrada de nossa empresa ou comércio estamos sendo fiéis a Deus e à sua Palavra?
Se viermos a perder o negócio por uma falha administrativa, Deus passará a ser infiel? (que Ele tenha misericórdia, até por mencionarmos um absurdo desses)
“PROPRIEDADE EXCLUSIVA DE JESUS!” e “A SERVIÇO DO REI JESUS”Se o carro é propriedade exclusiva de Jesus porque o motorista o está usando?
Se é propriedade exclusiva de Jesus como o seu usuário pode vendê-lo para adquirir outro?
Se é propriedade exclusiva de Jesus como pode haver carros com busca e apreensão, se Jesus é o dono do ouro e da prata?
Se é propriedade exclusiva de Jesus como ele pode ser usado para uma função que nada tem a ver com a preparação do Reino de Deus? Não deveria ser utilizado exclusivamente na obra de Deus, já que o adesivo diz que ele está “a serviço do Rei Jesus”?
“ TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”
Esse texto se bem aplicado é uma bênção para todos quantos o conhecem, mas será que será que é conhecido por todos aqueles que o lêem? Será que os que o lêem sabem quem o pronunciou ou em quais circunstâncias?
Frases esparsas muitas vezes não atingem o objetivo esperado.
“ PRESENTE DE DEUS”Será que somente os crentes em Jesus Cristo conseguem adquirir bens nesse mundo ou mesmo entender que eles foram presentes de Deus?
Por volta do inicio dos anos 90 eram comum frases como:
“ JESUS MUDOU MEU VIVER”
“ DISSE JESUS: EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA”
“ VIDA PRECIOSA A BORDO”
“ JESUS TE AMA”
Não quero dizer que esses adesivos não são mais colocados em muitos veículos ou até mesmo em alguns locais, mas não são tão freqüentes quanto os citados anteriormente, porque não causam nenhum efeito no que diz respeito à conquista de bens materiais, mas dizem respeito a coisas espirituais e ao perfil de seu ocupante.
Assistindo a um Telejornal da manhã sobre o dia das mães, havia uma reportagem em um shopping e a repórter estava em frente a uma loja qualquer e havia uma frase escrita na vitrine “DEUS NÃO PODE ESTAR EM TODO LUGAR POR ISSO EXISTEM AS MÃES”. A repórter perguntou para uma mulher que estava em frente à loja: “ O que você acha dessa frase?” A mulher respondeu: “PERFEITA”. Nem é preciso comentar muito. Se a pessoa acredita que Deus não pode estar em todo lugar é porque ela com certeza não conhece nada dEle (quem teve a péssima idéia da frase) ou o que pode ser mais acertado: ela ( mulher que respondeu à repórter? nem prestou atenção no que realmente estava escrito e se pronunciou a respeito sem nem mesmo analisar o que diria.
A Palavra de Deus nos adverte em Deuteronômio 5:11 “Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.”Muitos poderão dizer que não tenho o direito de julgar o procedimento dos que assim procedem, mas quero dizer a esses que assim entendem que quem os julga é a Palavra de Deus e quando a Palavra de Deus não está sendo empregada em algo que edifique e até mesmo chega a ser ridicularizada, que Deus tenha misericórdia, nós, como cristãos que procuramos viver e anunciar essa Palavra temos, não o direito, mas o dever de repreender os que assim procedem para que se voltem para a Palavra de Deus.
Preferimos nem comentar os que usam textos bíblicos para tatuarem seus corpos, e muitos até mesmo envolvidos em crimes e tráfico de drogas, como aconteceu com um assaltante que foi preso por ter o começo do salmo 23 tatuado “ O Senhor é meu Pastor”.Precisamos nos apresentar como obreiros aprovados como disse Paulo a Timóteo:
“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”(2 Timóteo 2.15)Quando fomos alcançados pela graça remidora do Senhor Jesus Cristo passamos a viver uma nova realidade, que é a de fazer parte de uma família espiritual que vai morar com Ele eternamente nos céus, em um local que Ele nos preparou.
Se desejarmos fazer alguma “propaganda” do que Deus realizou em nossas vidas devemos fazê-la para engrandecer-Lhe o nome e isso se faz cumprindo Sua ordem dada em Marcos 16.15-18 quando nos ordenou claramente:
"E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado. Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados."
Que sinais seguirão aos que crêem:
Terão o melhor carro?
Terão a melhor casa do bairro?
Terão a maior conta bancária?
Não passarão por nenhuma dificuldade?
Coitado dos Missionários e de suas famílias...
Não sofrerão perseguição? Procurem conhecer a vida do apóstolo Paulo e de tantos homens e mulheres de Deus que têm morrido por amor ao evangelho na Igreja perseguida em nossos dias.
Não terão nenhuma enfermidade?

Jesus nos consola com essas Palavras:
"Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal." (Mateus 6.25-34)
"Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” (João 16.33)
Reflitamos no foi escrito e respondamos a nós mesmos as seguintes perguntas:

1) Será que estamos levando a sério o Evangelho do Senhor Jesus Cristo ou estamos levando a vida como ela quer nos levar?
2) Temos anunciado o verdadeiro Evangelho do Senhor Jesus ou estamos anunciando uma palavra mentirosa?
3) Temos anunciado uma Palavra de Poder de Deus para a Salvação ( Romanos 1.16) ou um evangelho de resultados macro-econômicos?
4) O que temos anunciado fará com que nossos ouvintes sejam aceitos no Céu ou continuem destinados ao Inferno?
5) Você acredita realmente que todo cristão deve ser “cabeça” e não “cauda” e por isso deve obter mais bênçãos materiais que os demais? Se acredita aconselho que leia melhor a Palavra de Deus e busque um entendimento correto da mesma.

Que o Senhor tenha misericórdia de nós e que possamos seguir as pegadas do apóstolo (esse sim apóstolo e mesmo assim se achava indigno do "título") Paulo:

"Porque vós, irmãos, sabeis, pessoalmente, que a nossa estada entre vós não se tornou infrutífera; mas, apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, como é do vosso conhecimento, tivemos ousada confiança em nosso Deus, para vos anunciar o evangelho de Deus, em meio a muita luta. Pois a nossa exortação não procede de engano, nem de impureza, nem se baseia em dolo; pelo contrário, visto que fomos aprovados por Deus, a ponto de nos confiar ele o evangelho, assim falamos, não para que agrademos a homens, e sim a Deus, que prova o nosso coração. A verdade é que nunca usamos de linguagem de bajulação, como sabeis, nem de intuitos gananciosos. Deus disto é testemunha.Também jamais andamos buscando glória de homens, nem de vós, nem de outros." (I Tessalonicenses 2.1-6)

segunda-feira, junho 15, 2009

VIDAS MARCADAS

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdia e o Deus de toda consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados de Deus.Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também a nossa consolação sobeja por meio de Cristo”. (2Coríntios 1.3-5)
Vivemos dias de incertezas e inseguranças.
A violência toma conta dos noticiários, nos jornais, na TV. Os programas que exploram as angústias e os problemas das pessoas aparecem com freqüência nas rádios e emissoras de televisão em todo o mundo.
Programas sensacionalistas, comandados por aproveitadores de plantão que ganham fortunas incalculáveis das emissoras e dos patrocinadores apresentando os dramas e as dores de tantas pessoas.
E porque é que esse tipo de programa dá altos índices no IBOPE?Por que a cada dia que passa as pessoas estão ficando cada vez mais vulneráveis às armadilhas do inimigo.
A palavra de Deus nos ensina em 2 Timóteo 3.1-4 que nos últimos dias sobreviriam tempos difíceis, pois os homens seriam amantes de si mesmos, gananciosos, avarentos, blasfemadores, arrogantes, implacáveis, caluniadores, cruéis, inimigos do bem, etc.
Tudo que vemos e ouvimos hoje está relacionado à disputa.Desde que nascemos somos condicionados a sermos os melhores. É uma pressão psicológica enorme sobre as pessoas. As pessoas do mundo condicionam os seus filhos a serem os melhores porque estão em busca de poder, os seus filhos têm que ser os mais inteligentes, os mais espertos, os “donos do mundo”. Os crentes, por sua vez, querem que seus filhos sejam os melhores para mostrarem ao mundo que os filhos de Deus são diferentes, que a inteligência é um dom de Deus, que eles devem buscar os melhores lugares porque a Palavra de Deus nos ensina que “todo lugar onde a planta do pé do crente pisar será dele”.
Os crentes de nossos dias entraram nesta paranóia do mundo de acharem que mais que vencedor é ter a conta bancária mais polpuda do banco, é ter o melhor carro (de preferência importado), o melhor emprego e por aí afora. Por essa razão não é de se estranhar que tantas pessoas hoje em dia enchem as clínicas psiquiátricas e os gabinetes pastorais em busca de consolo para suas almas cansadas. São Vidas marcadas em busca de restauração.
Meus irmãos, muitas são as marcas que a vida nos deixa. São feridas que demoram a cicatrizar, e quando cicatrizam muitas vezes deixam marcas profundas, visíveis a olho nu e outras tão profundas que só os sensíveis podem perceber.

Muitas vezes as marcas correspondem ao pecado que cometemos ou de que somos acusadosDavi era um homem segundo o coração de Deus, mas conquanto tivesse esse coração deixou que o pecado se instalasse nele, quando daquele episódio terrível com Bate-Seba. Davi não somente comete adultério, mas também promove o assassinato de Urias, marido de Bate-Seba. Porém aquele acontecimento acabou provocando marcas profundas em Davi. O ódio se instalou no palácio real, filhos praticando atos sexuais reprováveis e matando-se mutuamente; indiferença paterna e ódio filial.
A palavra de Deus nos ensina que os “olhos do Senhor estão em todo lugar”, por essa razão não adianta tentarmos nos esconder dEle ou tentar ocultar o ocorrido, pois a seu tempo tudo virá à tona.

Quantas pessoas hoje em dia carregam a marca de se sentirem rejeitadas?Muito embora façam parte de uma grande família, parece que são estranhas aos demais. As outras pessoas da casa quando se levantam pela manhã apesar de “darem de cara” com ela, parece que não a vêem. É como se fosse se ela não existisse. O marido não a nota, os filhos não a compreendem.
A vida para essas pessoas passa a ser um fardo difícil de ser carregado.
Esse sentimento de indiferença por parte das outras pessoas vai provocando um sentimento de inadequação terrível na pessoa. É como se ela estivesse sobrando naquele lugar. Ela passa a se sentir culpada até mesmo por viver.

Olhamos para o mundo e vemos as pessoas se destruindo com toda espécie de drogas, álcool, prostituição e elas se dizem felizes com isso. Durante as noitadas procuram transmitir alegria, felicidade, mas quando o efeito acaba, vão para suas casas com um buraco enorme no peito; com um vazio, uma angústia tão profunda que com o passar do tempo acaba levando à depressão e esta à morte.

LUCAS 8.26-39 nos conta a história de um homem que era marcado pelos homens, subjugado por demônios, mas amado por Deus.
Esse homem não suportou as pressões sociais que havia sobre ele e acabou marcado pela sociedade como alguém que deveria viver isolado do convívio com as outras pessoas.
Quais eram as marcas desse pobre homem?
As marcas do sofrimento
O versículo 39 diz “torna para tua casa”. Esse homem tinha família, mas talvez a sua vida tenha sido marcada por situações e dramas que nem podemos imaginar. Vivemos dias de guerras e vemos o sofrimento estampado em cada rosto. Olhamos para o homem do campo e percebemos em seus olhos o sofrimento de não ter nenhuma expectativa de melhora.
Quantas vezes somos perseguidos e caluniados sem que os nossos algozes detratores nos conheçam intimamente ou mesmo à distância, fazendo propagar o ódio à nossa volta sem a menor consideração, ou até mesmo sem buscar ter conhecimento de que se aquilo de que somos acusados é verídico ou não.
Acreditamos que temos um emprego sólido. Relacionamos-nos bem com as pessoas, mas de repente alguém faz comentários mentirosos e acabamos acusados injustamente e perdemos aquele emprego. As coisas se complicam, as contas vencem, expira o prazo para o pagamento do aluguel, somos forçados a mudar, mas não temos para onde ir. Essa situação causa dor, angústia, sofrimento, e o sofrimento, muitas vezes, traz separação e a separação nos leva ao isolamento social.
Esse homem se sentiu só. As pessoas já não queriam conviver mais com ele. Vai então morar nas ruas e as privações impostas por essa situação vão fazendo com que seu semblante se torne ainda mais indesejado. As suas roupas começam a se deteriorar, Ele olha para si mesmo e se percebe indigente e, acossado por demônios que o querem destruir, passa a não se cuidar mais. Atos de higiene pessoal são cada vez mais esparsos e sua aparência que já era péssima passa a ser horrível. Ele percebe que o convívio com as outras pessoas tornou-se impossível e resolve ir morar nos sepulcros, nos túmulos de um cemitério: Quem sabe ali poderia encontrar a paz que tanto buscava para sua vida. Ali pelo menos não haveria pessoas para criticá-lo ou até mesmo expulsá-lo de suas presenças.
Naquele lugar de isolamento a morte passaria a representar vida para ele.Quantos sonhos não estariam enterrados ali. Quantas pessoas desesperadas que, como ele, não viram na morte a única saída para terem um pouco de descanso?


Quantas vezes não nos sentimos como este homem:
Marcados pelo sofrimento, pelo abandono, pela indiferença daqueles que nos cercam.

Se você está sentindo-se como esse homem eu quero lhe dizer que tem alguém que se preocupa com a sua situação e quer transformar a sua vida.

JESUS DISSE: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28)

Quem sabe o mundo quer colocar em você as marcas da dor do pecado que tenha cometido, mas Jesus é o Grande “cirurgião plástico”. Ele quer tirar as cicatrizes que o mundo colocou em você.
Olhe para dentro de você neste momento e veja se ainda existe alguma marca, alguma ferida não cicatrizada e deixe Jesus operar.
Hoje é o momento de cura para sua alma cansada e oprimida.
Para Jesus não importam as marcas que o mundo deixou em você, o que ele diz é “Vinde, vinde todos...”
Ele quer te dizer: “torna para tua casa e conta quão grandes coisas te fez Deus” e espera que possamos dizer como Paulo, nos versículo 5: “Porque,como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também a nossa consolação sobeja por meio de Cristo”.
Nunca esqueça que Jesus te ama e quer transformar a sua vida e tudo que Ele transforma é sempre para melhor.
Ele quer fazer de você alguém uma bênção.
Ele quer trazer de volta a alegria perdida e fazer com que você volte a sentir prazer em viver. E o mais importante Ele quer te dar, de graça, a vida eterna.
Se você já entregou a sua vida a Jesus, rendasse diante dEle e volte a caminhar com Ele.
Se você ainda não entregou a sua vida a Jesus, esta é a sua oportunidade de fazê-lo.
Aí mesmo onde você está agora, em frente a seu computador faça essa oração comigo e você verá a transformação se operando em sua vida.

Senhor Jesus, eu creio de todo o meu coração, que és o Filho de Deus, que veio a esse mundo e foi morto na Cruz do Calvário para resgatar os meus pecados. Eu reconheço que sou pecador e peço perdão a Ti pelos meus pecados. Senhor Jesus eu o reconheço como meu Salvador pessoal e quero morar nos céus com o Senhor. Toma conta de mim, dirige os meus passos e me batiza com o Teu Espírito Santo para que eu possa testemunhar desse Teu amor por mim. Eu te agradeço por me receber e me dar o direito de ser chamado filho de Deus. Amém
Se você fez essa oração eu o convido a procurar uma Igreja Evangélica e começar a conhecer o que Deus tem para você. Estude sempre a Palavra de Deus, a Bíblia. Nela você encontrará tudo o que você necessita para ter uma vida vitoriosa com Cristo.
Que Deus o abençoe ricamente.



sábado, junho 06, 2009

O DIP (DOMINGO DA IGREJA PERSEGUIDA) É AMANHÃ- NÃO CESSEMOS DE ORAR E LUTAR



O DIP (DOMINGO DA IGREJA PERSEGUIDA) É AMANHÃ- NÃO CESSEMOS DE ORAR E LUTAR
Em conversa com o irmão Serginho ele me disse que havia conversado com o Missionário Henrique e que ele disse que no dia 04/06/09 houve uma tentativa de golpe de Estado em Guiné- Bissau.
Nessa tentativa de golpe morreram 5 pessoas e um dos candidatos à presidência acabou sofrendo uma tentativa de assassinato.
Em virtude desses acontecimentos o comércio fechou as portas procurando se preservar não somente de eventuais saques, mas também a própria vida, porque uma multidão enfurecida acaba fazendo coisas que normalmente não faria.
Não bastasse essa situação, o Missionário Herbert sofreu um acidente de carro no dia 03/06. Ele estava dirigindo em uma estrada da região e acabou se chocando ao que parece em uma Van, mas felizmente o Senhor estava a seu lado e ninguém se machucou com gravidade. Tudo não passou de um grande susto e ficaram apenas nos prejuízos materiais com o carro que se não era nenhuma Ferrari, acabou ficando um pouco mais sucateado agora (rs), mas o Senhor é com eles e providenciará os reparos como tem providenciado tudo até o momento.
O mais importante é que o Senhor tem ouvido não somente as nossas orações intercessórias por eles, mas demonstrou estar ao lado deles o tempo inteiro.
Seus ministérios estão prosperando.
O Hospital iniciou suas atividades esse mês e o Missionário Henrique espera que o Senhor mande não somente a cura física para os pacientes, mas principalmente a cura da alma, pois o Senhor mesmo disse que veio buscar e SALVAR os que estavam perdidos (Lucas 19.10).
O missionário Henrique reiterou seus pedidos de orações por todos que trabalham e residem na região.
Como mencionamos no e-mail que falamos sobre a realização da DIP, se muito embora eles não sofram perseguição religiosa como nas regiões muçulmanas, budistas ou comunistas, eles não deixam de sofrer perseguições e lutas espirituais. Com toda certeza o inimigo não deixará que a obra que o Senhor lhes confiou prossiga calmamente. Tentará impedir, mas a porta que o Senhor abre ninguém fecha. A luta espiritual é constante, por essa razão não deixemos de orar não apenas pelos missionários que temos mais contato, como os irmãos Herbert e Desiré, o casal Mapingue, o Missionário Henrique e Rosimeire Ada e seus filhos Samuel, Rúben e Rebeca e a equipe do hospital Isabel, Eugênia, Pastor Carlos e Ana, Maritza, Geane e Bene, mas por todos os irmãos e irmãs que estão pregando a Palavra de Deus por todo esse mundo e não nos esqueçamos de orar pelos irmãos que se converteram nos países onde a perseguição religiosa é sempre mais cruenta. Basta visitar o site da Missões Portas Abertas ( http://www.portasabertas.org.br ) e poderemos ver a situação desses irmãos
Com certeza esse domingo (07/06) será um marco em nossas vidas, pois creio que aqueles que participarem das atividades programadas não iniciarão a semana da mesma forma como a terminaram, mas (e essa é a nossa oração) o Espírito Santo de Deus irá fazer germinal nos corações de todos a semente do amor incondicional ao próximo, principalmente por aqueles que ainda não tiveram um encontro com o Senhor Jesus e estão caminho para o Inferno se nós, os cristãos verdadeiramente nascidos de novo, não detivermos esse percurso apresentando a mensagem da Salvação de que tanto necessitam.
Além das orações e das palestras proferidas, o irmão Serginho apresentará um filme e dois vídeos que transformarão a vida dos que os assistirem.
O Senhor está esperando por cada um de nós. Não O desapontemos.

quinta-feira, junho 04, 2009

DIP- DOMINGO DA IGREJA PERSEGUIDA- MISSÕES É UMA QUESTÃO DE AMOR!


MISSÕES É UMA QUESTÃO DE AMOR

Neste domingo, 07 de junho inúmeras igrejas espalhadas pelo mundo dedicarão uma programação especial durante todo o dia visando conscientizar todos os cristãos sobre as dificuldades que enfrentam muitos irmãos que pregam o Evangelho em países onde a Palavra de Deus é não somente proibida, mas podem levar à prisão e à morte os seus porta-vozes.
Temos a felicidade de residir em um país onde, até a presente data, é permitido que a Palavra de Deus seja pregada a todas as pessoas livremente, mas, infelizmente esse não é o caso de tantos irmãos e irmãos que ao atenderem o chamado do Senhor se dispuseram em Suas mãos para levar a mensagem de Salvação aonde a grande maioria não poderia ou até mesmo não gostaria de ir.
São irmãos e irmãs que não temem perder a própria vida para cumprirem o Ide de Jesus (Mt 28.16).Não nos esqueçamos que a perseguição não atinge somente os missionários e suas famílias, mas também e principalmente aos que se convertem. Quando um membro de uma família residente em países muçulmanos, budistas ou comunistas entrega sua vida a Jesus, começa a ser perseguido sem tréguas. É abandonado por toda a sua família e não poucas vezes são entregues às autoridades policiais para serem torturados até negarem sua nova fé e retornarem à antiga ou serem mortos.
Como não poderia deixar ser, nossa igreja também está engajada nessa luta em favor de nossos irmãos que pertencem à Igreja Perseguida.
Os missionários mantidos pela IBRAV (Igreja Batista Renovada Água da Vida) não estão residindo em países onde a perseguição religiosa é tão intensa como nos países muçulmanos, budistas ou comunistas, mas nem por isso deixam de ter suas dificuldades para que a Palavra de Deus alcancem os corações.
Muitos deles se deparam com religiões animistas, onde a bruxaria e a feitiçaria são comuns entre a população, por isso necessitam sempre de nossas orações intercessórias para que o Senhor lhes conceda Poder e autoridade para exercerem seus ministérios nessas regiões.
Todos devemos participar ativamente da programação que foi preparada pelos irmãos responsáveis.
Teremos, além de nossas orações, a apresentação de filmes, vídeos e palestras sobre missões e principalmente sobre as atividades da Igreja Perseguida.
Tenho certeza que depois de participarem das atividades da DIP vocês nunca mais serão os mesmos, especialmente no que diz respeito à Missões e Evangelização.
Convocamos principalmente os jovens para se engajarem não somente nas atividades desse domingo, mas para colaborarem continuamente para que a luta enfrentada por esses irmãos espalhados por diversos países não seja vã.
Abaixo transcrevemos algumas explicações dadas pelos irmãos da Missão Portas Abertas sobre as atividades do DIP (Domingo da Igreja Perseguida). Adicionamos ainda um vídeo que fala sobre a necessidade de Missões, com o título “MISSÕES É UMA QUESTÃO DE AMOR”.


O que é o Domingo da Igreja Perseguida?

O Domingo da Igreja Perseguida (DIP) foi criado pelo Irmão André, fundador da Portas Abertas, com o objetivo de unir cristãos em torno de um só motivo: nossos irmãos que pagam um alto preço por sua fé.
A data varia de ano em ano, pois é marcada para o domingo seguinte ao de Pentecostes. Esse critério foi adotado porque, no relato bíblico em Atos 4, o início das perseguições aos cristãos acontece logo após a descida do Espírito Santo, com a prisão de Pedro e João. Simbolicamente, pode-se dizer que essa foi a "fundação" da Igreja Perseguida.
Organizadores voluntários mobilizando igrejas para o DIP


Em 2008, 1.719 igrejas brasileiras participaram do DIP. Essa mobilização só foi possível graças à ação de voluntários – pessoas que conhecem a causa da Igreja Perseguida e se prontificam a divulgar, em suas igrejas e comunidades, as necessidades dos nossos irmãos perseguidos.
Em 2009, o DIP acontecerá no dia 7 de junho. Precisamos de sua ajuda para envolver um número maior de participantes. Até que todas as igrejas brasileiras conheçam a realidade dos cristãos perseguidos, não podemos nos acomodar!

Um dia inteiro de atividades: você escolhe a melhor para sua igreja

Um dia inteiro dedicado à oração e à lembrança desses irmãos que sofrem por sua fé! Irmãos que são exemplo de perseverança e de amor ao nosso Deus. As classes de escola dominical, as reuniões dos departamentos e os cultos desse dia poderão ser inteiramente dedicados ao DIP.
Esta é uma oportunidade para envolver adultos, jovens, adolescentes e crianças da Igreja brasileira com a Igreja Perseguida. E isso é feito por meio da oração e do relato de histórias e variadas situações vividas por nossos irmãos perseguidos.

video

quarta-feira, junho 03, 2009

A IDADE DA DOR- JOVEM SOFRE?



Lucas 8.26-35 O endemoninhado Geraseno
“Aportaram à terra dos gerasenos, que está defronte da Galiléia. Logo que saltou em terra, saiu-lhe ao encontro um homem da cidade, possesso de demônios, que havia muito tempo não vestia roupa, nem morava em casa, mas nos sepulcros. Quando ele viu a Jesus, gritou, prostrou-se diante dele, e com grande voz exclamou: que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Rogo-te que não me atormentes. (...) E tendo os demônios saindo do homem, entraram nos porcos; e a manada precipitou-se pelo despenhadeiro no lago, e afogou-se. (...) Saíram, pois, a ver o que tinha acontecido, e foram ter com Jesus, a cujos pés acharam sentado, vestido e em perfeito juízo, o homem de que haviam saído os demônios; e se atemorizaram”
Lucas 9.37-42- Cura do menino epiléptico

“No dia seguinte, quando desceram do monte, veio-lhe ao encontro uma grande multidão. E eis que um homem dentre a multidão clamou, dizendo: Mestre, peço-te que olhes para meu filho, porque é o único que tenho, pois um espírito se apodera dele, fazendo-o gritar subitamente, convulsiona-o até escumar e, mesmo depois de o ter quebrantado, dificilmente o larga. E roguei aos teus discípulos que o expulsassem, mas não puderam. Respondeu-lhe Jesus. Ó geração incrédula e perversa! Até quando estarei convosco e vos sofrerei? Trazei-me cá o teu filho. Ainda quando ele vinha chegando, o demônio o derribou e o convulsionou; mas Jesus repreendeu o espírito imundo, curou o menino e o entregou a seu pai.”

Lucas 13.10-13- Cura da mulher encurvada
“Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado. E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade; e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou e glorificava a Deus.”
Vivemos uma época em que as pessoas procuram fazer de tudo para demonstrarem aos outros que são não apenas vencedoras, mas, mais que vencedoras: que têm uma saúde invejável, que os problemas que atingem a maioria das pessoas nem passam perto da sua casa, quanto mais pararem à sua frente.
Vivemos numa competição terrível onde procuramos superar nossos próprios limites.
A pouco tempo atrás acabou mais uma edição do Big Brother Brasil e praticamente o Brasil inteiro pode presenciar o final de uma disputa que procurou definir qual seria o verdadeiro limite de seus participantes ao se exporem durante tanto tempo diante de milhões de espectadores.
Os participantes passaram por dificuldades extremas de relacionamentos, muitas vezes chegaram a chorar e com certeza muitas vezes pensaram em desistir, mas a meta de cada um já estava pré-estabelecida. Cada um já sabia de antemão como gastaria os um milhão de reais que ganharia caso fosse vencedor.
Quando olhamos à nossa volta, para o mundo real vemos o sofrimento estampado na maioria das pessoas que encontramos pelo caminho.
Se olharmos para as notícias diárias sempre nos defrontaremos com a dor, com a fome, com a violência em graus nunca imaginados, com tragédias naturais e/ou provocadas pelo próprio homem, com guerras e tudo quanto a Palavra de Deus nos alertou que deveria acontecer quando a vinda do Senhor Jesus estivesse próxima.
Você pode estar se perguntando: Mas o que é que isso tem a ver com a gente?Talvez você seja um daqueles privilegiados que fazem parte da minoria desse país que tem um bom emprego, não passa por dificuldades financeiras nem tem enfermos em casa. Que Deus continue te abençoando. Mas será que você está isento de passar pelas tribulações que a maioria de nós passa?
Você acredita que existe uma idade especifica para se sofrer? E qual seria a idade da dor?

Nos textos que lemos, a Palavra de Deus nos mostra três situações que ocorreram com três gerações diferentes.
A primeira é o caso daquele homem adulto, machucado pelos tormentos que o acometeram. A Palavra de Deus nos mostra que aquele homem fora possuído por uma legião de demônios que o atormentavam o tempo todo. E este homem, que tinha uma família, que tinha amigos, que tinha uma vida social, de repente se vê privado de todas estas coisas.
A sua cabeça foi virando uma panela de pressão ambulante.
Pensamentos estranhos o acometeram e ele foi ficando absolutamente louco, desvairado, a tal ponto que o convívio social para ele ficou impossível e acabou indo morar nos cemitérios.
Quando Jesus passa pela cidade e se depara com este pobre coitado, os demônios logo vêm se manifestar a Ele, pedindo que Jesus permitisse que se apoderassem dos porcos que estavam por ali, e tão logo Jesus o permitiu, eles se apoderaram dos porcos que se precipitaram no lago e se afogaram.
O homem, entretanto, foi restabelecido em seu juízo, e ficou aos pés de Jesus, calmo e sereno e foi restituído à sua família e à sociedade.
A segunda é a história de um jovem que, também atormentado por demônios, era jogado ao chão, humilhado, e nos diz o evangelista Marcos no Cap.9, que este espírito imundo ora jogava-o no fogo, ora na água. Jesus esta passando por ali e o pai deste jovem pede-lhe por misericórdia e Jesus atendendo-o faz com que o jovem seja liberto.
A terceira é a experiência de uma mulher de idade mais avançada, que o tempo e as amarguras da vida foram fazendo com que se encurvasse a ponto de não poder mais olhar para cima. Por quantas situações terríveis esta pobre mulher passou só Deus sabe. Com esta enfermidade foram dezoito anos. Uma vida de sofrimentos e angústia inimagináveis.
Isso acontece com muitas pessoas hoje em dia: começa com um cansaço, que se transforma em desânimo, e este abatimento acaba tomando conta da pessoa e ela começa a sentir o peso da opressão de uma sociedade que a julga a todo o momento, que a obriga a arrancar forças de onde não há mais forças, que a leva a momentos de desespero: Um dia ela desperta depois de passar uma noite toda em claro, preocupada com seus compromissos, que precisam ser saudados. Mas como salda-los se o emprego que tinha não existe mais? Foi ocupado por uma pessoa mais jovem, com mais vigor e um maior desejo de lutar. Aquele dia ela não consegue levantar-se da cama e isso, com o tempo, acaba fazendo parte do seu dia-a-dia. Chega um ponto no qual o desânimo é tanto e a vergonha e a humilhação maiores ainda, que ela já não consegue mais olhar para o rosto de ninguém.
Ela não podia olhar para aqueles que a cercavam e julgavam, mas diante dela havia um Deus, feito homem, que não apenas podia, mas queria não somente olhar para ela, mas livrá-la daquele mal que há tanto tempo a acometia.
Jesus olha para aquela mulher e lhe diz: Mulher estás livre desta tua enfermidade e impondo-lhe as mãos ela imediatamente se endireitou e glorificou a Deus.
O que é que estas três experiências têm a ver conosco? Tudo!

Jesus nos ensina através destes textos que não existe idade para a dor.

Não importa se você é jovem, está começando a vida, ou já é um adulto experiente e bem posicionado ou mesmo uma senhora da cabeça branca. Certo pregador costumava dizer que a “dor não pede carteira de identidade”.
Cada uma destas três pessoas experimentou a sua própria dor que embora diferentes em suas formas e graduações, não deixam de ser dor.

Talvez um dos exemplos mais claros dos conflitos por que passam os jovens narrados na Palavra de Deus esteja escrito na passagem que fala do retorno filho pródigo em Lucas 15.11-32.
A maioria de nós conhece o texto sobre um homem rico que possuía dois filhos e o mais novo com a cabeça cheia de sonhos de conquista, cheia de novos ideais, resolve pedir ao pai que lhe concedesse o valor referente à sua parte na herança para que pudesse levar a sua própria vida.
O pai mesmo entristecido cede aos pedidos do filho e lhe dá a parte que tinha direito.
Este jovem pega aquela “bolada” toda e sai por aí gastando tudo com prostitutas, bebidas e toda sorte de vícios que pudesse encontrar pelo caminho.
Com o tempo a “grana” acabou e ele se vê obrigado a mendigar o próprio alimento. Como não conseguisse nada, desejava ao menos comer o resto de comida que os porcos comiam e mesmo assim era difícil consegui-lo.
Cansado desta vida ele resolve voltar à casa de seu pai. Não mais como filho rico e respeitado, mas simplesmente como empregado. Quando chega, cansado, maltrapilho e com fome, o seu pai o abraça e manda matar o melhor bezerro que dispunha no momento. Coloca-lhe uma roupa nova, coloca-lhe um anel no dedo e festeja com todos a sua volta.

Este jovem tinha muita ânsia de viver intensamente.
Para ele a “galera” lá de casa era um “bando de babacas”, de “caretas”: “ninguém me entende, parece que eu falo grego com eles; às vezes eu penso que devo ser de um outro planeta; o que é que eu estou fazendo aqui? Se pelo menos os meus pais fossem como os meus colegas! Tudo gente boa, amigos de verdade!”Este tipo de conflito começa a tomar corpo em nós e quando menos percebemos estamos caindo num abismo sem volta aparente. Parece que quanto mais no fundo estamos, mais para o fundo vamos.

O nosso desejo é de conquistar o mundo, mas não conseguimos nem dominar a nós mesmos.

O nosso desejo é de acumular muitos bens e não percebemos que estamos perdendo tudo.

O nosso desejo é viver intensamente, curtir a vida e não percebemos que estamos morrendo antes do tempo.

O nosso desejo é viver em busca de um ideal, da realização de nossos sonhos e não percebemos que estamos matando em nós a única esperança que tínhamos de vida.

O nosso desejo é o de ser todo poderoso, vencermos todos os obstáculos que aparecem e não percebemos que somos impotentes até mesmo com a nossa própria vontade.

Confiamos em todo mundo e percebemos que não transmitimos confiança nem a nós mesmos.

Por que isso acontece conosco?


Porque fomos criados à imagem e semelhança de Deus para ter comunhão com Ele e para vivermos uma vida feliz, mas como o filho pródigo resolvemos ir para longe dos braços do nosso Pai celestial e agora nos sentimos impotentes para voltar.
Mas Deus nos deu um caminho para nos conduzirmos de volta para os seus braços. O caminho é o nosso Senhor Jesus Cristo. Em João 14.6 Ele nos disse: "Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. "Deus está de braços abertos nos esperando. Talvez essa seja a hora de voltar para casa.Para Ele não importa o que somos no momento ou o que fomos no passado, a Ele o que importa é o que Ele fará de nossas vidas a partir de agora.
Vai pegar os nossos pecados e erros e jogá-los no lixo, nunca mais se lembrará deles e vai nos dar uma nova vida, repleta de alegria e regozijo.
Como aconteceu com aquele endemoninhado gerasemo poderemos nos assentar aos seus pés: calmos, serenos, em perfeito juízo e teremos um novo caminhar.
Quando deixamos Deus agir Ele nos transforma sempre para melhor. O ruim ele transforma em bom e o bom transforma em ótimo e assim por diante.
Permita que Deus entre em seu coração nesse momento. Talvez o seu momento de dor terá um fim agora mesmo, depende somente de você. Permita-se ser feliz.